Casal de Goioerê completa 15 dias desaparecido e investigação não avança

Ana Cláudia Freire

casal desaparecido goioerê polícia entroa bebê crime de vingança

Há exatos 15 dias que não se tem pistas do casal desaparecido em Goioerê, na região Noroeste do Paraná. A investigação do caso não avança com relação ao paradeiro do casal, apesar dos esforços das polícias e da família em encontrar Kauanay e Rubens.

Para a família, o dia de hoje representa o acúmulo de angústias sem notícias dos dois. “Tá difícil, 15 dias sem notícias, sem respostas… já não tenho nem mais esperança de alguma coisa, sabe? Com a essa chuva, não consigo sair… o que eu posso fazer? Estou desesperada, desesperada…”, disse a mãe de  Kauanay, Leya Grajanin, à reportagem do Paraná Portal.

O delegado  de Iporã,  Helio Nunes, que cuida do caso junto com o Grupo Tigre (Grupo Tático da Polícia Civil especializado em recuperação de reféns e nas ações de resgate), informou que as investigações progridem, porém sem nenhum avanço com relação ao sumiço do casal.

A principal hipótese é a de crime de vingança que, segundo o delegado, a motivação não será revelada para não atrapalhar as investigações.

Helio Nunes descarta totalmente a possibilidade do casal ter sumido por vontade própria. “Pelas informações que nós temos e pelo fato de que não houve mais contato com o casal é bastante improvável que tenham desaparecido por vontade própria”, informou.

ENTENDA O CASO DO CASAL DESAPARECIDO EM GOIOERÊ

Kauanay Cleve, 23 e seu marido e Rubens Biguett, 29, estão desaparecidos desde o dia 3 de agosto.

O casal foi visto pela última vez em casa, por volta das 18h30, pela irmã de Rubens e também pelo padrasto de Kauanay.

No mesmo dia, o bebê do casal, de apenas quatro meses,  foi encontrado, enrolado em um cobertor, abandonado em frente a uma casa, do outro lada da cidade. O Conselho Tutelar foi acionado e o bebê foi entregue à avó maternal, Leya Grejanin, na mesma noite.

FAMÍLIA OFERECE RECOMPENSA DE R$ 5 MIL PARA QUEM DER PISTAS CONCRETAS SOBRE O PARADEIRO DO CASAL DESAPARECIDO

No último dia 12, ao completar 10 dias do desaparecimento do casal sem pistas concretas do paradeiro deles, a família resolveu oferecer uma recompensa de R$ 5 mil para que der pistas  sobre o caso.

Leya Grejanin, mãe de Kauanay, disse que resolveu pagar uma recompensa, para quem desses pistas concretas da filha, por conta do avanço dos dias. Mas infelizmente, até agora, só recebeu falsas pistas e brincadeiras. Ela conta que o Grupo Tigre da Polícia Civil está à frente das investigações e que agora se sente mais segura.

“Não temos nada, o Tigre tá ajudando, fico muito tranquila porque confio muito neles […] ofereci sim R$ 5 mil para quem me desse o paradeiro da minha filha e do seu esposo. Mas até agora nada, o povo aproveita pra mandar mensagenzinhas e brincar um pouco”, desabafou a mãe de Kauanay Cleve.

Família auxilia nas buscas pelos casal desaparecido por toda a região de Goioerê e cidades vizinhas

A filha desaparecida é a mais velha dos outros quatro filhos de Leya. Ela conta que os irmãos estão abalados. Os mais novos, são gêmeos e tem apenas quatro anos. Segundo a mãe, todos sentem muito a falta da irmã, mas se esforçam para ajudar a cuidar do bebê enquanto a família procura pelo casal.

KAUANAY PODE ESTAR GRÁVIDA DO SEGUNDO FILHO E FAMÍLIA ESTÁ MAIS AFLITA

Além de toda a tensão em volta do desaparecimento, uma outra informação deixa a família ainda mais aflita. É que Kauanay teria confirmado para a cunhada recentemente que estaria grávida do segundo filho.

“Minha filha não chegou a confirmar isso pra mim, mas disse pra cunhada dela que estaria grávida. Eu só sei que ela fez um exame que deu positivo, mas não tive tempo de saber por ela“, informou Leya.

Ainda não há sinal do casal desaparecido de Goioerê; “Eu não desisto”, diz mãe de Kauanay

AS INVESTIGAÇÕES: CRIME DE VINGANÇA É A MAIOR HIPÓTESE PARA A POLÍCIA

A família só soube do desaparecimento quando a PM foi buscar o bebê do casal, de apenas quatro meses, que foi abandonado em frente a uma casa, enrolado em um cobertor, do outro lado da cidade.

Na terça-feira (4) a Polícia Militar de Goioerê informou que o carro do casal, um Honda Civic, foi encontrado incendiado, na zona rural do município vizinho, em Moreira Sales.

Segundo a Polícia Civil, a residência do casal foi arrombada na última quinta-feira (6) e somente as jóias e perfumes de Kauanay foram levados.

O delegado Helio Nunes explica que agora o inquérito está em fase técnica e que não é possível passar informações sobre o avanço das investigações. O delegado apenas confirmou que trabalha com os suspeitos e que tem uma motivação. Embora não possa descartar nenhuma hipótese, a de crime de vingança é a mais forte delas.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista - Chefe de Redação do Paraná Portal