Prefeitura de Cascavel afasta duas servidoras após mulher ‘furar fila’ da vacinação

Jorge de Sousa

Prefeitura de Cascavel afasta duas servidoras após mulher furar fila da vacinação contra a Covid-19

A Prefeitura de Cascavel afastou duas servidoras nesta quinta-feira (28), após receber denúncia que uma mulher ‘furou a fila’ da vacinação contra a Covid-19 no município.

O caso foi confirmado pelo secretário municipal da Saúde, Tiago Stefanello, que informou a abertura de um processo disciplinar e do andamento das investigações sobre o caso.

“O caso será remetido ao Ministério Público e a pessoa que furou a fila não terá direito a tomar a segunda dose. Agora é momento de tomar transparência e evitar que isso se repita”, pontuou Stefanello.

Já o prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, apontou que o processo administrativo foi encaminhado pela Prefeitura ao Ministério Público do Paraná.

“Encaminhamento para o processo administrativo, para o Ministério Público e, se for o caso, prisão. Prisão para quem tentar burlar aquilo que é a determinação. Cadeia. Porque é falta de ética, é falta de responsabilidade, é crime contra a saúde pública”, afirmou Paranhos.

O prefeito ainda defendeu que a mulher não irá receber a segunda dose da vacina contra a Covid-19 e pediu que a população denuncie à Prefeitura caso saiba de situações como essa.

A mulher irá responder legalmente no Ministério Público do Paraná pelo crime contra a saúde pública.

Segundo dados da Prefeitura de Cascavel, 7.394 pessoas foram vacinadas contra a a Covid-19 no município, que ainda conta com 786 casos ativos da doença.

LEIA MAIS: Chuva causa aglomeração na fila da vacinação contra a covid-19 em Curitiba

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="742158" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]