Cascavel está preparada para logística da vacinação contra covid-19, diz prefeitura

Redação

cascavel coronavírus prefeitura vacinação covid-19

A prefeitura de Cascavel, no oeste do Paraná, garante que está preparada para vacinação contra o coronavírus em relação à logística do processo, como por exemplo a disposição de seringas e agulhas. Os equipamentos sempre foram distribuídas pelo Ministério de Saúde e pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), mas a incerteza de um impasse neste momento não é preocupação para a administração municipal.

“Atento a tudo isso, a Secretaria da Saúde de Cascavel possui atualmente 24.900 seringas de 1 e 3 ml em estoque na Central de Abastecimento Farmacêutico e Insumo (Cafi) e mais 98 mil seringas já empenhadas com saldo em ata de licitação vigente”, diz o secretário de Saúde, Thiago Stefanello.

Além disso, a prefeitura de Cascavel afirma que dispõe de 104 mil agulhas em estoque na Cafi e mais 225 mil agulhas já empenhadas e com saldo em ata de licitação vigente. “São insumos mais do que necessários para a primeira etapa de vacinação, que deve, segundo o Plano Nacional de Imunização, iniciar prioritariamente por trabalhadores da saúde e idosos”, completa o secretário.

Conforme o último boletim estadual, Cascavel acumula 15.589 casos e 232 mortes por coronavírus. Já o Paraná totaliza 7.938 óbitos e 416.434 confirmações da covid-19.

VACINAÇÃO CONTRA COVID-19 DEPENDE DO GOVERNO FEDERAL

O início da vacinação no Brasil é previsto entre os dias 20 de janeiro e 10 de fevereiro. No entanto, ainda é necessário que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprove o uso emergencial ou regular de algum dos imunizantes desenvolvidos. Até o momento, a Anvisa afirma que não há nenhum pedido para registro.

O governo federal prevê 108 milhões de doses de vacina para grupos prioritários. Além disso, o Ministério da Saúde considera que 300 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 já estão garantidas. Existem acordos com a Fiocruz/AstraZeneca, por 100,4 milhões de doses até julho de 2021 e mais 30 milhões de doses por mês no segundo semestre, consórcio Covax Facility, por 42,5 milhões de doses, e a farmacêutica Pfizer, que deve ofertar 70 milhões de doses.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="737059" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]