Cascavel tem apenas 13 mil doadores de medula cadastrados

Com Tarobá CascavelCascavel tem 13.690 pessoas cadastradas para serem doadoras de medula óssea. O número é pequen..

Mariana Ohde - 24 de fevereiro de 2017, 10:15

Com Tarobá Cascavel

Cascavel tem 13.690 pessoas cadastradas para serem doadoras de medula óssea. O número é pequeno, considerando-se que a cidade tem cerca de 300 mil habitantes. Mas o dado fica, de fato, preocupante quando levamos em consideração as probabilidades de se encontrar um doador compatível. No Brasil, a chance de compatibilidade entre doador e receptor é de uma em 100 mil. Já no exterior, essa chance é de um para um milhão.

Para se ter uma ideia, desde que o Hemocentro de Cascavel começou a cadastrar doadores de medula óssea, em 2001, apenas seis pessoas tiveram compatibilidade e puderam fazer a doação.

Para aumentar as chances de os pacientes encontraram doadores compatíveis, só há um caminho: o aumento do número de doadores. E tão importante quanto fazer o cadastro é manter os dados de endereço atualizados no site do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), para que o doador seja encontrado em caso de necessidade.

Para se tornar um doador de medula óssea é necessário:

  • Ter entre 18 e 55 anos de idade.
  • Estar em bom estado geral de saúde.
  • Não ter doença infecciosa ou incapacitante.
  • Não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.
  • Algumas complicações de saúde não são impeditivas para doação, sendo analisado caso a caso.

Entenda como é feita a doação:

  • A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral, e requer internação de 24 horas.
  • A medula é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções.
  • O procedimento leva em torno de 90 minutos.
  • A medula óssea do doador se recompõe em apenas 15 dias.
  • Nos primeiros três dias após a doação pode haver desconforto localizado, de leve a moderado, que pode ser amenizado com o uso de analgésicos e medidas simples.
  • Normalmente, os doadores retornam às suas atividades habituais depois da primeira semana após a doação

Segundo dados do Redome, atualmente o Brasil tem 4.233.272 doadores cadastrados e 850 em busca de doador não aparentado. No Brasil o maior número de doadores está na região sudeste, seguido da região sul. No Paraná, são 458.842 doadores ao todo.