Caso Renata Muggiati terá nova audiência nesta quarta-feira

Uma nova audiência para ouvir sete testemunhas no caso Renata Muggiati vai acontecer nesta quarta-feira (23), a partir d..

Andreza Rossini - 22 de janeiro de 2019, 18:32

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Uma nova audiência para ouvir sete testemunhas no caso Renata Muggiati vai acontecer nesta quarta-feira (23), a partir das 13h30, no juizado de violências domésticas de Curitiba.

Todos a serem ouvidos amanhã foram arrolados como testemunhas pela acusação:

  • Mara Rejane Rodrigues Correa Segala
  •  André Ribeiro Langowiski
  • Waner Luiz Waterkeper Alano
  • Marilda Zauer Guimarães
  • Hemerson Bertassoni Alves
  • Alexandre Vrubel
  • Carlos Alberto Peixoto Baptista
  • Obadias de Souza Lima Junior

O processo já tem mais duas audiências marcadas, para os dias 27 de fevereiro e 27 de março, com o objetivo de ouvir outras 20 testemunhas de defesa.

Morte de Renata Muggiati

Renata morreu na noite de 12 de setembro de 2015. A suspeita é de que ela tenha sido asfixiada e atirada da janela do 31º andar pelo namorado, Raphael Suss Marques. Fotos e mensagens enviadas por celular, que constam no processo, reforçam a tese de que ela era vítima constante de agressões.

Ele nega o crime e alega que Renata se suicidou.

Foram realizados, ao todo, três exames no corpo de Renata – dois deles apontaram que ela teria sido asfixiada antes de cair pela janela. O último exame, feito após a exumação do corpo, concluiu que a atleta foi morta antes da queda.  O processo corre em segredo de Justiça.

Durante as investigações do caso, o médico legista Daniel Colman teve a sua demissão do Instituto Médico Legal confirmada, após ser acusado de falsificar o laudo de um dos exames do corpo de Renata.  O desligamento do servidor dos quadros do funcionalismo foi oficializado em um decreto assinado pela governadora Cida Borghetti e publicado no diário oficial.

Raphael está detido desde setembro de 2015 responde a outro processo de agressão instaurado por uma ex-namorada.