Casos de dengue no Paraná ultrapassam 3 mil ocorrências

Redação

Secretaria aponta queda da incidência de dengue no Paraná

Desde o início do monitoramento dos casos de dengue no Paraná em 28 de julho, a doença segue a crescer no estado. Segundo boletim epidemiológico divulgado pela Sesa (Secretaria da Saúde do Estado do Paraná) nesta terça-feira (17), são 3.293 ocorrências registradas, 25,16% a mais do que na última semana.

A Sesa recebeu 16.596 notificações desde o início do monitoramento de 266 municípios paranaenses. As cidades recordistas em casos confirmados são Santa Izabel do Ivaí (205), Inajá (71) e Nova Cantu (56).

A epidemia da doença no estado também chegou a mais um município. Além de Nova Cantu, Quinta do Sol, Inajá, Santa Isabel do Ivaí, Ângulo, Colorado, Doutor Camargo, Floraí, Uniflor e Florestópolis, se juntou ao grupo Paranacity.

Já os municípios em situação de alerta subiram de 13 para 16, com a entrada de São Miguel do Iguaçu, Guairacá e Jacarezinho na lista que já contava com as cidades de Jesuítas, Lindoeste, Juranda, Douradina, Cianorte, Indianópolis.

MOVIMENTAÇÃO DO PODER PÚBLICO

Para tentar combater a doença no estado, o governador Ratinho Junior irá anunciar nesta quarta-feira (18), uma série de ações do Governo do Estado para eliminar os criadouros do mosquito transmissor.

“É um trabalho de conscientização maciço para que não haja nenhum foco de água parada dentro e fora dos prédios, nos estacionamentos e nas áreas comuns dos prédios. Precisamos estar com todos os quintais limpos, os de casa e os do ambiente de trabalho, para não dar abrigo ao mosquito”, explicou Ivana Belmonte, da coordenação de Vigilância Ambiental da Sesa.

A expectativa é fazer vistorias minuciosas em prédios, além de distribuir materiais e a realização de palestras por todo Paraná.

Previous ArticleNext Article