Chuva forte causa estragos e deixa municípios sem luz no Paraná

Em Maringá, a BR-376 sofreu interdições após quedas de árvores e postes. Em Curitiba, bairros ficaram sem energia elétrica

Redação - 23 de abril de 2022, 10:06

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF

Municípios de várias regiões do Paraná iniciaram o sábado (23) contabilizando os estragos causados pela forte chuva que atingiu o estado entre a noite de ontem (22) e a última madrugada. Há registros de árvores e postes caídos, ruas bloqueadas e municípios sem energia elétrica.

De acordo com o Simepar, as regiões oeste e sul foram as mais afetadas pela tempestade. Em municípios das duas regiões o acumulado de chuva entre meia-noite e 7h foi superior a 40 milímetros, o que é um volume considerável de água para um período tão curto.

"A passagem de uma frente fria pelo estado durante a madrugada deste sábado, provocou chuvas fortes acompanhadas de muitas descargas elétricas e rajadas de ventos fortes nas diversas regiões paranaenses", relatou o meteorologista do Simepar Paulo Ricardo Bardou Barbieri.

CHUVA FORTE CAUSA ESTRAGOS NO PARANÁ

Em Maringá, na região norte do Paraná, a queda de árvores e postes de energia causaram bloqueios em rodovias. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), um trecho no quilômetro 167 foi completamente interditado. No quilômetro 178, a interdição foi parcial.

Na região metropolitana de Curitiba, as estações meteorológicas e pluviométricas registraram um acumulado superior a 30 milímetros. Há relatos de quedas de energia em vários bairros da capital e em municípios do entorno. Equipes da Copel trabalham para restabelecer o fornecimento de eletricidade

Na região oeste, houve queda de granizo. Segundo a Coordenação da Defesa Civil, em Maripá, mais de mil casas foram afetadas. Ainda na região oeste, em Jesuítas, outras 100 residências foram danificadas pelo gelo. De acordo com o informe, não há desabrigados.