Chuva forte e ventos deixam estragos no Oeste do Paraná

O tempo segue muito instável nas próximas horas e deve mudar até a tarde nas demais regiões paranaenses, de acordo com o Simepar

Redação - Tarobá News - 11 de abril de 2022, 11:21

Foto: Divulgação/Prefeitura de Cascavel
Foto: Divulgação/Prefeitura de Cascavel

A segunda-feira (11) começou com alerta de temporal na porção Oeste do Paraná. A chuva forte seguida de ventos foi registrada em várias cidades da região e do Sudoeste, causando estragos em Cascavel e Foz do Iguaçu, de acordo com a Defesa Civil Estadual.

A Defesa Civil emitiu um alerta de temporal de risco moderado para hoje, devido o aumento da instabilidade na região. O avanço de um sistema frontal pelo Sul do Brasil e as altas temperaturas nas regiões paranaenses geram um ambiente favorável ao desenvolvimento de áreas e linhas de instabilidade pelo Estado. Nestas condições o risco de tempestades é elevado, segundo o órgão.

Em Foz, o temporal começou durante a madrugada e até o momento foi registrada uma média de 35 mm de precipitação. A Defesa Civil informou que foram registrados alguns pontos de alagamentos, mas que já foram normalizados.

Equipes da prefeitura estão trabalhando para retirar galhos de árvores que caíram com a força do vento. São 7 mil imóveis sem fornecimento de energia na cidade devido as chuvas, de acordo com a Copel.

O temporal também causou transtornos em Cascavel. A água chegou a invadir residências e estabelecimentos comerciais em pontos da cidade.

A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Brasília precisou do uso de lonas sobre o telhado da estrutura, já que as calhas não aguentaram o grande volume de água, causando vazamentos dentro da unidade de saúde.

Além disso, mais de 3 mil residências estão sem luz na cidade, segundo a Copel, e algumas regiões estão com os semáforos desligados ou em alerta intermitente.

De acordo com o Simepar, os temporais já se aproximam do Centro-Sul e Noroeste do Estado. O tempo segue muito instável nas próximas horas e deve mudar até a tarde nas demais regiões paranaenses.

Com informações da Tarobá News.