Chuvas de julho ficam abaixo da média e rodízio em Curitiba e Região pode ser ampliado

Redação

estiagem, chuva, chuvas, paraná, curitiba, região metropolitana, índice de chuva, sanepar, simepar, previsão, crise hídrica, reservatórios, abastecimento, falta de água, nível dos reservatórios, represas

Curitiba e Região Metropolitana podem ter o rodízio de água mais rígido neste mês de agosto. A Sanepar anunciou que em função da falta de chuvas em julho o nível dos reservatórios voltou a cair e chegou a 49,7% nesta segunda-feira (2).

A Região Metropolitana de Curitiba segue em situação de emergência hídrica por conta da estiagem, que assola também o Sudoeste do Paraná desde o ano passado.

Abaixo dos 50%, o índice do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) indica atenção e um modelo mais rígido no fornecimento de água pode ser adotado a partir da segunda quinzena de agosto pela Sanepar.

Atualmente, moradores de Curitiba e Região Metropolitana são abastecidos durante 60 horas de forma contínua, com suspensão no fornecimento de água por 36 horas.

O sistema atual de rodízio passou a vigorar a partir de 15 de março, quando o nível dos reservatórios estava em 60%.

FALTA DE CHUVAS EM JULHO INTENSIFICA CRISE HÍDRICA NA RMC

Segundo a Sanepar, a redução no volume de água reservada nesta segunda-feira ocorreu devido aos baixos índices de chuvas registrados no mês de julho em Curitiba e Região Metropolitana.

Dados do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar) mostram que em julho as chuvas foram de 14,6 milímetros, enquanto a média histórica deste mês é de 92,4 milímetros. Foi quase a metade da chuva de julho de 2020 (26 mm), que já havia sido baixa.

“Esse índice frustrou nossa expectativa de que as chuvas de julho ficariam na média. E os dados meteorológicos não são positivos. Não há previsão de chuvas para esses próximos 15 dias. Estamos fazendo análises técnicas para decidir se será necessário adotar um rodízio mais rígido”, afirma o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky.

O alerta é para que a população mantenha o uso racional da água, com hábitos de economia, evitando desperdícios.

Confira aqui a tabela do rodízio para Curitiba e Região Metropolitana até o dia 17 de agosto.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="780289" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]