Cida Borghetti é reeleita presidente da Sociedade Garibaldi

Cida Borghetti é reeleita presidente da Sociedade Garibaldi, um braço da Itália no Paraná.

Redação - 21 de junho de 2022, 11:36

Foto/Divulgação
Foto/Divulgação

A ex-governadora e conselheira da Itaipu, Cida Borghetti, continuará à frente da Sociedade Garibaldi. Ela foi reeleita, na noite desta segunda-feira para o triênio 2022- 2025.

“Essa eleição é a primeira do novo estatuto. Vamos juntos continuar o trabalho de modernização do nosso Palácio Garibaldi, um dos locais mais emblemáticos do centro histórico de Curitiba”, disse Cida.

A presidente explica que entre as principais metas da nova diretoria nos próximos três anos estão ampliar as ações culturais no local e executar o projeto de revitalização e construção do anexo do Palácio Garibaldi. “Será um presente para Curitiba e para o Paraná”, reforça.

DIRETORIA

Além de Cida (presidente) e Manfrin (vice-presidente); a diretoria é formada pelo diretor financeiro, Cliceu Luis Bassetti; o diretor administrativo e do patrimônio Jose Eduardo Gastaldi e o diretor jurídico Roberlei Aldo Queiroz.

O conselho fiscal é formado por Vittorio Romanelli, Luis Mario Luchetta, Roberto Antonio Massaro, Juraci Barbosa Sobrinho, Fernando Eugenio Ghignone, Rodrigo Linne Neto, Sergio Luiz Belloto Jr, Paulino Viapiana.

Já o conselho deliberativo tem Walter Antonio Petruzziello,

Celso Luiz Gusso,Virgílio Moreira Filho, João Carlos Almeida Formighieri, Amílcar Rafael Greca, Rubens Aparecido Gennaro, Ragnhild Gabbe Borgomanero, Jean Carlo Leek, Diego da Silva Campos e Flavio Zanette.

SOCIEDADE GARIBALDI

 A Sociedade Garibaldi foi fundada em 1883 e nasceu da ideia de reunir os imigrantes italianos em Curitiba.

A Sede da Sociedade Garibaldi foi projetada por Ernesto Guaita, engenheiro e agente consular da Itália, natural de Turim. Iniciada em 1887, a construção do Palácio Garibaldi foi concluída em 1904. Já a fachada de estilo neoclássico só ficou pronta em 1932, uma obra do arquiteto João de Mio, o construtor de igrejas.

O Palácio Garibaldi teve papel importante em vários momentos históricos do Paraná. Sediou o Congresso Estadual do movimento operário paranaense, foi sede do Tribunal Regional Eleitoral e do Palácio da Justiça.

Em 1962 o Palácio foi devolvido à Sociedade e em 1988 foi tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico do Paraná, continuando a ser a sede da Sociedade Garibaldi.