250 placas de sinalização são danificadas mensalmente em Curitiba

Lorena Pelanda e Assessoria


Em média, 250 placas são danificadas todos os meses em Curitiba. Dessas, 150 são recuperadas pela Prefeitura.

Cada placa nova custa R$500, entre a compra de material, a montagem e o serviço de implantação.

De acordo com a Prefeitura, nos últimos 20 meses foram investidos mais de R$ 5 milhões na sinalização vertical de trânsito. São placas de “Pare”, de conversão, de permissão ou proibição de estacionamento, de curva acentuada, de limite de velocidade estipulado para a rua, de preferencial, de área escolar e todas as demais que auxiliam no trajeto do motorista.

A superintendente de Trânsito, Rosângela Battistella, afirma que em alguns casos são difíceis recuperar a sinalização. “São placas pichadas, riscadas, amassadas e algumas, até, com marca de tiro de arma de fogo”, diz Rosangela.

(Crédito: divulgação)

Respeito à sinalização de trânsito

As placas de trânsito de regulamentação e de advertência são definidas e padronizadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e pelos manuais de sinalização do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), para garantir melhor fluidez e segurança viária.

“É fundamental que o condutor fique atento e respeite a sinalização existente, porque toda placa tem um motivo e é implantada após análise dos nossos técnicos, cruzando dados diversos para cada situação específica”, afirma Battistella.

É o caso dos limites de velocidade indicados nas ruas. “Precisamos mudar a cultura de respeitar o limite de velocidade apenas ao passar por um aparelho de fiscalização eletrônica. Ao ultrapassar a velocidade estabelecida, o motorista aumenta os riscos de acidentes graves”, aponta ela.

O excesso de velocidade e o desrespeito à sinalização foram as principais causas de acidentes com morte na cidade em 2017, assim como a mistura de álcool e direção, segundo aponta relatório do Projeto Vida no Trânsito, coordenado pela Secretaria Municipal da Saúde e pela Setran.

Previous ArticleNext Article
Lorena Pelanda
Coordenadora de jornalismo da rádio BandNews FM Curitiba