Ciclista morre ao ‘pegar rabeira’ em ônibus

Metro Jornal Curitiba


Um ciclista de 21 anos morreu ontem (03) no bairro Mossunguê, em Curitiba, ao ser atropelado por um ônibus. O motorista do ônibus e passageiros relataram a agentes do BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito) que ele “pegava rabeira” no veículo na canaleta da Rua Deputado Heitor Furtado.

Segundo Daniel Salomão, diretor do Sindimoc (Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba), o motorista relatou que dois ciclistas pegavam “carona” no ônibus da linha Centenário-Campo Comprido, pouco antes das 17 horas. “Eles seguiam no sentido Campo Comprido, ao fazer uma curva só um deles ficou”, disse Salomão. “Como é uma descida, ele acabou se desequilibrando e caiu sob o rodado do ônibus que seguia no sentido contrário”. O jovem, identificado como Lucas da Conceição, morreu no local.

Os passageiros do ônibus envolvido no acidente tiveram de esperar outro veículo. De acordo com o Sindimoc, os relatos de motoristas sobre ciclistas que “pegam rabeira” nos ônibus são diários e há registros em todas as canaletas exclusivas do transporte coletivo na cidade.

Os bairros com mais ocorrências, de acordo com o sindicato, são Água Verde, Mossunguê, Capão da Imbuia e Cajuru. “No horário da saída da escola é comum ver grupos de cinco ou seis jovens pegando rabeira”, relatou Dário Pereira, que também é diretor do Sindimoc.

Há duas semanas, o sindicato fez uma ação educativa entre estudantes na região do bairro Água Verde. “Nas canaletas também vemos muitas ambulâncias e viaturas da PM fora de serviço, além de skatistas e ciclistas”. Na semana passada, um estudante flagrou em vídeo cinco ciclistas pegando rabeira no mesmo veículo utilizado pelos dois ciclistas ontem.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="550786" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]