Jovem é morto depois de atropelar oito pessoas

Metro Maringá

Um jovem de 20 anos foi morto em confronto com policiais militares, no sábado à noite, após atropelar oito pessoas e fazer ameaças com uma arma de fogo, na saída de uma festa em um clube localizado na rodovia PR-317, em Maringá.

Segundo nota divulgada pela PM (Polícia Militar), a confusão teve início por volta das 23h, depois que o rapaz, identificado como Ruan Ricardo Alegre Dias Yamashita, obstruiu a marginal da rodovia, na saída do clube, em um carro com o “som excessivamente alto”.

Ainda de acordo com a PM, o jovem teria arrancado com o veículo, atropelando pessoas que estavam em frente ao local do evento, após discutir com a equipe de seguranças da festa e fazer ameaças com uma pistola calibre 9mm.

O rapaz foi abordado por dois policiais militares que estavam de folga, depois de bater contra um carro. Ele teria reagido apontando uma arma aos policiais, que revidaram baleando-o.


O condutor do veículo chegou a ser socorrido, mas morreu no local. A PM informou que ele era suspeita de um homicídio, entre outras passagens criminais.

A pistola utilizada pelo rapaz, que de acordo com a PM estava carregada, foi apreendida e entregue na 9ª SDP (Subdivisão Policial) de Maringá, junto com o veículo.

A nota da PM diz que será “instaurado inquérito Policial para apurar as circunstâncias em que ocorreram o fato”. As vítimas do atropelamento não sofreram ferimentos graves, segundo o Corpo de Bombeiros.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook