Dois contrabandistas são presos no Paraná com R$ 4,5 milhões em cigarros paraguaios

Redação

contrabandistas, presos, paraná, guaíra, marechal cândido rondon, oeste, paraguai, cigarros, cigarros paraguaios, prf, polícia rodoviária federal

Dois contrabandistas foram presos no Paraná com cargas de cigarros paraguaios. As apreensões aconteceram na BR-163, na região oeste, próxima à fronteira com o Paraguai. As cargas ilegais foram avaliadas em R$ 4,5 milhões.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), uma das carretas foi apreendida no final da noite. Um homem foi preso com 450 mil cigarros. O contrabandista aparentemente transportava milho, mas a carga ilícita estava escondida sob os grãos.

Mais cedo, também na BR-163, mas no município de Marechal Cândido  Rondon, outro homem havia sido preso com 450 mil cigarros paraguaios. De acordo com a PRF, o contrabandista tentou enganar os agentes da mesma forma: os cigarros paraguaios estavam escondidos sob uma carga de grãos de milho.

Somadas as apreensões, a Polícia Rodoviária Federal tirou de circulação 900 mil carteiras de cigarros, cujo valor mercado foi estimado em R$ 4,5 milhões.

Ainda de acordo com a PRF, o caminhão e o semirreboque utilizados pelos contrabandistas tinham placas adulteradas. A origem do segundo veículo não foi identificada, mas o caminhão havia sido roubado em janeiro, em Cuiabá (MT).

Na cabine deste caminhão, R$ 4 mil em dinheiro foram apreendidos. O motorista preso por contrabando informou que havia partido de Dourados (MS), mas não revelou o destino da carga. O caso foi repassado à Delegacia da Polícia Federal de Guaíra, no oeste do Paraná. Os cigarros paraguaios foram levados à Receita Federal no mesmo município.

Previous ArticleNext Article