Cinco mil pedidos de instalação de semáforos são recebidos por ano pela Prefeitura

CBN Curitiba


Certamente você já teve alguma dificuldade para atravessar uma rua com um grande fluxo de veículos. Seja a pé, de carro ou de moto, a dificuldade é a mesma: ficar muito tempo parado até aparecer aquela “brecha” para conseguir passar de um lado para o outro. Mas você já pensou em fazer um pedido de instalação de semáforos que diminuam esse tempo de travessia? Em alguma solicitação sua o pedido não foi atendido?

Todas as solicitações devem ser feitas pelo telefone 156 da Prefeitura de Curitiba, mas a Superintendência de Trânsito faz uma avaliação da necessidade e também do impacto que uma instalação pode gerar na região.

O diretor de Operações da Setran, Pedro Darci da Silva Júnior, explica que a instalação de um semáforo se dá pelo fluxo de veículos em determinada região, além de outros pontos que devem ser estudados antes de uma instalação. “Os nossos pedidos são avaliados com o fluxo de veículos e de pedestres, a questão do pavimento, o número de acidentes e se a rede de semáforos comporta mais um equipamento. O último critério é o tempo perdido que as pessoas têm e o quanto fica esperando para atravessar”, afirma.

De acordo com a Superintendência de Trânsito, são feitos aproximadamente cinco mil pedidos de instalações de semáforos por ano, em Curitiba. Em 2017 foram instalados 29 sinaleiros em cruzamentos da cidade. Silva lembra que muitos pedidos são repetidos e também são feitos quando algum acidente é registrado nesses locais.

Outro alerta feito pelo diretor de Operações da Setran é a sincronização dos semáforos. Ele afirma que existe um trabalho específico com relação ao sincronismo, pois são contabilizados os cruzamentos com vias movimentadas e canaletas do ônibus. “Curitiba tem 1.200 semáforos. Por isso, temos critérios a seguir. Um acidente que ocorreu em determinado cruzamento, vai gerar mais pessoas que reclamam daquele ponto. A gente reforça a sinalização daquele cruzamento, mas não implantamos um semáforo”, finaliza.

Nesta segunda-feira o semáforo na esquina das ruas Dom Pedro I e Professor Assis Gonçalves, no Água Verde, começou a funcionar. Na terça será ativado o semáforo entre as ruas Dr. Luiz Losso Filho e Waldemiro Pedroso, no Novo Mundo. Neste mês, a Luiz Losso Filho também ganhou outro semáforo, no cruzamento com a Pedro Zagonel.

Além desses três equipamentos, outros quatro cruzamentos da cidade receberam novos semáforos em agosto. São eles: Chanceler Oswaldo Aranha e Alcino Guanabara (Hauer); Oliveira Viana e Waldemar Kost (Hauer); Monsenhor Ivo Zanlorenzi e Hugo Kinzelmann (Campina do Siqueira); e João Bonat e Paulina Ader (Novo Mundo).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="548500" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]