Cirurgia bucomaxilar inédita no Paraná é realizada no Hospital Santa Cruz

Andreza Rossini e Assessoria


Os cirurgiões dentistas especialistas e doutores em traumatologia bucomaxilofacial, Dr. Guilherme Omizzolo e Dr. Fabio Sato realizaram uma cirurgia bucomaxilar inédita no Paraná, no Hospital Santa Cruz, em Curitiba. O procedimento chamado discopexia da articulação temporomandibular, com a nova técnica de colocação de âncora por vídeo, tem como objetivo o tratamento de dores crônicas causadas pela DTM (disfunção temporomandibular), que ocasiona sintomas como dores de cabeça, dores musculares, cansaço ao mastigar, dificuldade em abrir a boca, dores de ouvido e clique ao abrir e fechar a boca.

Bastante utilizada no exterior, a técnica consiste em reposicionar o disco articular (a chamada “almofadinha” da articulação na frente do ouvido), quando ele está deslocado e /ou danificado, por meio de vídeo. “Com este método não é mais necessária fazer uma incisão, pois utilizamos apenas dois pontos de 2 milímetros de largura para fazer a ancoragem, tornando a cirurgia muito mais segura e causando menos desconforto ao paciente”, explica Omizzolo. Segundo o especialista, a técnica foi desenvolvida graças a um exame de ressonância magnética, que indica se o disco articular está fora de lugar ou danificado.

A cirurgia realizada no Hospital Santa Cruz foi um sucesso. Com o reposicionamento do disco articular, a paciente deixou de apresentar dores e estalidos.

A técnica deve ser realizada por um cirurgião bucomaxilofacial. “Muitos pacientes se consultam com colegas de outras especialidades, como neurologistas e otorrinolaringologistas e acabam não encontrado a causa do problema, que pode ser tratada com esta cirurgia relativamente simples e pouco invasiva”, finaliza.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="525019" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]