Campanha de vacinação contra a poliomielite atingiu apenas 46,5% da meta no Paraná

Angelo Sfair

Ponta Grossa fará Dia D de vacinação contra poliomielite neste sábado

A cobertura da campanha de vacinação contra a poliomielite é de apenas 46,5% no Paraná. A doença viral, altamente infecciosa, também é chamada de paralisia infantil.

Os dados atualizados até esta segunda-feira (26) constam no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações.

O Paraná não registra casos de poliomielite desde 1986. Erradicada oficialmente no Brasil em 1994, a doença pode encontrar na baixa cobertura vacinal uma oportunidade para voltar a circular no território nacional.

O mesmo aconteceu com o sarampo, registrado novamente no País em 2018, quase duas décadas depois de ter sido oficialmente erradicado.

CURITIBA, LITORAL E LONDRINA PUXAM MÉDIA ESTADUAL PARA BAIXO

De acordo com o Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações, as regionais de saúde de Curitiba, Paranaguá e Londrina são as que registram as menores coberturas na atual campanha de vacinação contra a poliomielite (veja a tabela completa abaixo).

Na regional de Paranaguá, apenas 26,9% da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde foi batida.

Em Curitiba e região metropolitana, a meta é vacinar 182 mil crianças. No entanto, até esta segunda-feira (26), apenas 53 mil doses haviam sido aplicadas, o que corresponde a uma cobertura de 29,3%.

Na regional de Londrina, a cobertura vacinal contra a paralisia infantil havia batido apenas 30,9% da meta.

Em contrapartida, as regionais de saúde de Irati, Paranavaí e Francisco Beltrão aparecem com as maiores taxas de cobertura, entre 74% e 76%.

A cobertura da campanha de vacinação contra a poliomielite também é superior a 70% em Cianorte, Ivaiporã, Jacarezinho, Campo Mourão e Umuarama.

Em todo o Paraná, considerando as vacinas de 1 a 4 anos, incluindo duas doses de reforço, a cobertura média da campanha é de 46,5%. Das 583 mil doses esperadas pelo Ministério da Saúde, apenas 271 mil foram aplicadas.

cobertura vacinal, campanha de vacinação contra a poliomielite, poliomielite, pólio, paralisia infantil, calendário nacional de vacinação, carteira de vacinação, doses, vacina, paraná
Reprodução/DataSus

CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO CONTRA A POLIOMIELITE

A vacina é a forma mais fácil e segura de prevenir a poliomielite. As doses são distribuídas gratuitamente nos postos de vacinação espalhados pelas 22 regionais de saúde.

No Paraná, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite começou no dia 28 de setembro e termina na sexta-feira (30).

A vacina que previne a paralisia infantil faz parte do Calendário Nacional de Vacinação e pode ser encontrada nos postos e unidades de saúde.

Em tempos de pandemia da Covid-19, todos os protocolos de segurança são respeitados. O surto de coronavírus não pode ser um impeditivo para a vacinação contra a poliomielite.

Conforme o Calendário Nacional de Vacinação, a vacina contra a poliomielite é aplicada em 3 doses (aos 2 meses, 4 meses e 6 meses). Além disso, devem ser aplicados reforços aos 15 meses e aos 4 anos de idade.

Previous ArticleNext Article