Receita Federal apreende 66 kg de cocaína em contêineres no Porto de Paranaguá

Angelo Sfair

cocaína no porto de paranaguá, cocaína, paraná, paranaguá, porto de paranaguá, rfb, receita federal, pf, polícia federal, apreensão

Em duas ações consecutivas, agentes da Receita Federal apreenderam 66 kg de cocaína em contêineres no Porto de Paranaguá. A apreensão aconteceu nesta quarta-feira (26). Ninguém foi preso.

De acordo com a Alfândega, a droga estava dividida em dois lotes com 33 kg cada, escondidos nos compartimentos do motor de refrigeração. As ações aconteceram dentro de um intervalo de duas horas.

Conforme a apuração inicial, os dois contêineres onde a cocaína estava escondida cruzariam o Atlântico rumo ao Porto de Gioia Tauro, na Itália. Os ilícitos foram localizados com a ajuda de scanners.

Os contêineres eram do tipo refrigerado, usados para o transporte de carne congelada. A Receita Federal intensificou a fiscalização de cofres como esse, já que apreensões parecidas têm sido registradas em vários portos do País.

Os agentes não realizavam apreensões de cocaína no Porto de Paranaguá havia dois meses. A última ação deste tipo foi registrada em junho, também em contêineres refrigerados.

Conforme a Receita Federal, essa foi a 14ª apreensão de cocaína no principal terminal marítimo do Paraná. O total acumulado em 2020 chega a 4.360,5 kg kg de drogas. O caso foi repassado para a Polícia Federal.

cocaína no porto de paranaguá, cocaína, paraná, paranaguá, porto de paranaguá, rfb, receita federal, pf, polícia federal, apreensão
Cocaína estava escondida dentro do motores que refrigeram os contêineres (Divulgação/RFB)

Previous ArticleNext Article