Com massa polar afastada, temperatura fica mais amena no Paraná

Depois de recordes de temperatura baixa, o Paraná se prepara para semanas de menos frio. Segundo as avaliações do Simepa..

Ana Flavia Silva - BandNews FM Curitiba - 02 de agosto de 2021, 15:33

Guarapuava. Foto: Prefeitura Municipal de Guarapuava
Guarapuava. Foto: Prefeitura Municipal de Guarapuava

Depois de recordes de temperatura baixa, o Paraná se prepara para semanas de menos frio. Segundo as avaliações do Simepar, o centro da massa de ar frio e seco que atuava sobre a região está se afastando para o Oceano Atlântico.

Com isso, os termômetros não devem registrar menos de 7˚C nesta semana. As temperaturas médias de julho de 2021 ficaram abaixo das médias históricas em todo o Paraná. Foram duas ocorrências de forte massa de ar polar que atuaram sobre o Estado. A primeira entre os dias 18 e 20 e a outra no final do mês, entre 28 e 30. Elas causaram temperaturas negativas em várias cidades, com geadas fortes e chuva congelada em algumas regiões, como em Pitanga, Telêmaco Borba e Araruna. Alguns dos recordes de mínimas foram registrados em Paranavaí, que teve 0°C (zero grau), Cascavel, com -4,1°C (menos quatro vírgula um graus) e Ponta Grossa, com -4,3°C (menos quatro vírgula três).

Segundo o Simepar, os índices – aferidos no dia 29 de julho – são os mais baixos nestes municípios desde 1997, quando as estações meteorológicas foram instaladas nas cidades. A menor temperatura no Estado ocorreu em General Carneiro no dia 20 de julho, quando a marca chegou a -7,9°C (menos sete vírgula nove graus). Por outro lado, Loanda chegou a registrar máxima de 33,9°C no dia 26.

Mais equilíbrio na temperatura em agosto

Os primeiros dias de agosto prometem mais equilíbrio entre baixas e altas, com manhãs mais frescas e tardes aquecidas, especialmente pela ausência de nebulosidade – o que dá espaço para o Sol aparecer. Chuvas só devem ser registradas a partir da segunda quinzena do mês.

BandNews FM Curitiba.