Confira as regiões de Curitiba com maior número de casos da Covid-19

William Bittar - CBN Curitiba

boletim, sms, covid, covid-19, coronavírus, pandemia, higienização, curitiba, boletim, sms, secretaria municipal da saúde, informe epidemiológico, brasil, paraná

A Regional Boa Vista deve fechar o ano com o maior número de casos confirmados do novo coronavírus entre as dez regionais de Curitiba, segundo o Painel da Covid-19, divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde.

Desde o início da pandemia, foram 13.031 casos da doença na Regional Boa Vista. Os dados são de 11 de março até 29 de dezembro.

Em seguida, aparecem as regionais CIC (11.303), Boqueirão (10.533), Cajuru (9.889), Portão (9.615), Pinheirinho (9.289), Bairro Novo (8.619), Matriz (8.472), Santa Felicidade (7.973) e Tatuquara (6.144).

Dos 109.079 casos confirmados durante este período, 54% foram diagnósticos em mulheres e 46% em homens. Além disso, em 8% dos casos, os pacientes precisaram de internamento.

Conforme o painel, a faixa etária com o maior número de casos confirmados do novo coronavírus foi dos 35 aos 39 anos, tanto em homens, com 5.755 casos, quanto em mulheres, com 6.739 casos.

Ao todo, a capital paranaense já contabilizou, até esta quarta-feira (30), 109.896 casos confirmados da Covid-19. A cidade conta ainda com 7.275 casos ativos, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Além disso, 2.223 mortes já foram contabilizadas na cidade, sendo 23 nas últimas 48 horas. Em 96% das mortes confirmadas, os pacientes possuíam pelo menos um fator de risco, como doença cardiovascular, diabetes, doença neurológica, obesidade, entre outros fatores.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a taxa de ocupação dos 374 leitos de UTI SUS exclusivos para a Covid-19 está em 84%. No momento restam 61 leitos livres.

O Paraná já contabiliza 409.499 casos e 7.824 mortos desde o início da pandemia até esta quarta-feira, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). A taxa de ocupação dos leitos UTI SUS no estado está em 82%, sendo que na região Leste do Paraná a situação é a mais crítica com 87% dos leitos ocupados.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="736639" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]