Conta de água da Sanepar vai ficar mais cara a partir de maio

A homologação do reajuste tarifário ocorreu nesta semana, a pedido da Sanepar; as novas tarifas da água e esgoto passam a vigorar no dia 17 de maio.

Redação - 16 de abril de 2022, 12:05

Foto: Divulgação/Sanepar
Foto: Divulgação/Sanepar

A conta de água e esgoto da Sanepar vai subir a partir de maio. O Conselho Diretor da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) homologou, nesta semana, o reajuste tarifário de 4,963% para os serviços prestados pela companhia.

A homologação do reajuste tarifário ocorreu na última quarta-feira (13), a pedido da Sanepar. As novas tarifas passam a vigorar no dia 17 de maio, conforme a Agepar.

O reajuste foi solicitado pela companhia no momento em que a 2ª Revisão Tarifária Periódica (RTP) analisa a estrutura tarifária para vigorar no próximo ciclo. A Agepar aceitou o pedido, porém decidiu pela aplicação de percentual considerando o desenvolvimento dos trabalhos de revisão tarifária e postergando eventuais atualizações deste período para o encerramento da 2ª RTP, previsto para abril de 2023.

A Sanepar é responsável pela prestação de serviços de saneamento básico a 345 cidades paranaenses e a Porto União, em Santa Catarina, além de 297 localidades de menor porte.

Na área de resíduos sólidos, a empresa opera aterros sanitários em Apucarana, Cornélio Procópio e Cianorte, atendendo no total, sete municípios.

Em 2021, a Sanepar investiu R$ 1,3 bilhão em diversas obras e projetos. Nos últimos cinco anos o investimento acumulado foi de R$ 5,2 bilhões e até 2026, projeta realizar investimentos de R$ 9,07 bilhões, sendo R$ 5,07 bilhões destinados à operação de esgoto, R$ 3,63 para os sistemas de água e R$ 379,5 milhões para outros serviços.