Contrabandista de agrotóxico é preso após perseguição alucinante na BR-163; vídeo

Um contrabandista de agrotóxico foi preso em Guaíra, na região oeste do Paraná, no final da tarde desta sexta-feira (6),..

Redação - 07 de março de 2020, 08:51

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF

Um contrabandista de agrotóxico foi preso em Guaíra, na região oeste do Paraná, no final da tarde desta sexta-feira (6), após quilômetros de perseguição.

De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), por volta das 17h30 uma equipe que realizava uma ronda na BR-163 avistou uma caminhonete Chevrolet/Montana, saindo de uma estrada de terra e prestes a cruzar a rodovia.

Ao perceber a presença da viatura policial, o contrabandista de agrotóxico executou uma manobra de retorno e deu início a uma tentativa de fuga em alta velocidade, na direção do distrito de Oliveira Castro.

CONTRABANDISTA DE AGROTÓXICO QUASE PROVOCA ACIDENTE DURANTE FUGA NA BR-163

Durante a perseguição policial, a caminhonete quase colidiu de frente com um veículo que transitava no sentido contrário. Por ser época de colheita, havia um movimento razoável de veículos e máquinas agrícolas pela região.

Quando percebeu que não iria conseguir escapar, o contrabandista atravessou uma área de plantação recém-colhida, onde fez outras manobras em zigue-zague, em mais uma tentativa de despistar os policiais.

Na sequência, a caminhonete seguiu em direção a uma mata fechada, onde o condutor colidiu contra a vegetação.

PRF APREENDEU 230 QUILOS DE AGROTÓXICOS CONTRABANDEADOS

Após abandonar o veículo, o homem tentou fugir a pé, mas foi alcançado e contido pelos policiais. Dentro da caminhonete foram apreendidos cerca de 230 quilos de agrotóxicos contrabandeados do Paraguai.

Parte da carga caiu da caçamba da caminhonete durante a tentativa frustrada de fuga. Entre os produtos estão inseticidas de fabricação chinesa e paraguaia.

No painel do veículo havia ainda um aparelho de radiocomunicação ilegal, em funcionamento, por meio do qual o condutor se comunicava com o restante da quadrilha.

Aos policiais rodoviários federais, o contrabandista de agrotóxico, de 45 anos, disse que buscou a carga nas margens do Rio Paraná, e a levaria para distrito de Oliveira Castro.

Antes de ser encaminhado à Delegacia da Polícia Federal em Guaíra, o preso recebeu atendimento médico na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do município. Ele responderá, a princípio, por contrabando, direção perigosa e atividade ilegal de radiocomunicação.

https://www.youtube.com/watch?v=Y5nn0-10_8U&feature=youtu.be