Áreas públicas vão ter controle de escorpiões

Andreza Rossini


Repórter Eduardo Xavier do Metro Maringá

A Prefeitura de Maringá, no noroeste do estado, prepara uma licitação para contratar um empresa que vai passar veneno em prédios e áreas públicas contra escorpiões.

Neste ano, 47 pessoas foram picadas pelo animal no município. A peçonha do escorpião pode matar adultos. Nas crianças, costuma agir com mais gravidade.

Na semana passada, um menino de 4 anos morreu após ser picado por um escorpião-amarelo em Jussara, no noroeste do Paraná. Segundo o secretário de Obras Públicas, Vagner de Oliveira, será uma ação preventiva. “Trata-se de um produto bem específico. E pedimos que os moradores façam a limpeza dos quintais para impedir a procriação do animal”, disse.

Os escorpiões vivem sob pedras, madeiras, troncos, entulhos e alguns se enterram. Outra concorrência que vai auxiliar no controle é a limpeza de bocas de lobo e dedetização para eliminar insetos que servem de alimento para o escorpião.

A licitação deverá ser publicada na próxima semana. “É uma ação inovadora porque até então se fazia apenas a limpeza”, diz. Conforme a Vigilância Epidemiológica, o bairro com mais casos em 2017 é o Jardim Alvorada, com 14 registros.

escorpião

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="451950" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]