Em três semanas, coronavírus avança até 270% na região mais populosa de Curitiba

Angelo Sfair

coronavírus, painel, covid-19, curitiba, sms, secretaria municipal da saúde, distrito sanitário, incidência, tatuquara, pinheirinho, matriz, região populosa

O painel da Covid-19 em Curitiba, atualizado semanalmente pela SMS (Secretaria Municipal da Saúde), revela um avanço preocupante do coronavírus na região mais populosa da capital.

Dois distritos sanitários da região Sul de Curitiba registraram um aumento expressivo de casos. Em um período de três semanas, na regional Tatuquara, a incidência de casos para cada 100 mil habitantes passou de 16,4 para 60,9.

No mesmo período – entre os dias 22 de maio e 12 de junho – a regional Pinheirinho, também no Sul de Curitiba, viu a incidência da Covid-19 subir de 26,4 para 64,1 para cada 100 mil habitantes.

Até o dia 22 de maio, os distritos sanitários do Tatuquara e do Pinheiro eram os que tinham os menores índices entre as 10 regionais. Agora é o distrito do Cajuru, na zona leste, que tem a menor incidência de coronavírus, com 53,1 casos para cada 100 mil habitantes.

coronavírus, painel, covid-19, curitiba, sms, secretaria municipal da saúde, distrito sanitário, incidência, tatuquara, pinheirinho, matriz
Reprodução/SMS

A Matriz, que comporta bairros da região central, continua a liderar o ranking. O painel Covid-19 atualizado nesta sexta-feira (12) também mostra um avanço preocupante neste distrito. A incidência de casos de coronavírus passou de 115,7 para 192,8 para cada 100 mil habitantes.

Em relação à concentração de óbitos, o distrito sanitário Matriz também é o que tem o maior número: 14 mortes desde o início da pandemia. Posteriormente, aparecem Boqueirão (9) e Pinheirinho (9), dois distritos da região Sul de Curitiba.

Nas últimas duas semanas, a taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 na rede SUS (Sistema Único de Saúde) passou 49% para 69%.

Previous ArticleNext Article