Coronavírus: Curitiba registra novos 114 casos e cinco óbitos

Jorge de Sousa

covid curitiba boletim casos mortes

Nas últimas 24 horas, Curitiba registrou novos 114 casos confirmados e cinco óbitos pelo novo coronavírus, segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em boletim divulgado nesta quarta-feira (17).

As últimas mortes confirmadas foram registradas em duas mulheres e três homens, todos com idades entre 67 e 90 anos e com doenças crônicas.

Dessa forma os números acumulados da Covid-19 apontam 2.489 casos e 94 óbitos desde o dia 11 de março -data das primeiras ocorrências da doença em Curitiba.

A taxa de recuperação para o coronavírus em Curitiba está em 60,9%, com 1.516 pessoas tendo conseguido se descontaminar da doença.

SECRETÁRIA GARANTE PLANOS PARA AMPLIAR LEITOS DE UTI

Após a divulgação que 85% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) disponibilizados para o coronavírus estão ocupados em Curitiba, a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, afirmou que existe planejamento para ampliar esses espaços.

Segundo a secretária, Curitiba tem ao todo 1.030 leitos de UTI -656 no SUS e 374 na rede privada, sendo que até o dia 15 de julho serão ativados mais 58 enfermarias em hospitais da rede pública.

“Nesse momento temos 31 leitos prontos para receber pacientes com coronavírus em Curitiba. Todas as pessoas que morreram tiveram assistência. Não faltou leito de UTI, tanto no SUS quanto na rede privada. Mas as vidas não voltam e tem pessoas que estão brincando com essa situação”, pontuou Huçulak.

A secretária ainda revelou que a SMS tem um plano para construir um hospital de campanha, mas só irá fazê-lo caso haja a necessidade. Huçulak também reforçou que mais um hospital será aberto para o atendimento a pacientes com coronavírus.

Nas últimas semanas o Hospital Vitória foi reaberto pela Prefeitura de Curitiba, servindo leitos hospitalares e de UTI de forma complementar para a rede pública.

“Nós precisamos que as pessoas diminuam a circulação. Notamos que desde o dia 28 de maio houve um aumento no número de acidentes de trânsito e lesões por confrontos físicos”, finalizou Huçulak.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="704515" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]