Coronavírus: Curitiba tem 510 novos casos e admite UTIs quase lotadas

Jorge de Sousa

Covid-19: Brasil registra novos 59 mil casos e beira 3 milhões de contaminações

Secretaria Municipal da Saúde (SMS) admitiu nesta terça-feira (16) que Curitiba pode não ter mais leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) disponíveis para pacientes com coronavírus em duas semanas.

O anúncio foi feito pela infectologista da SMS Marion Burguer, após anunciar que Curitiba registrou novos 510 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19).

Desses casos, 82 foram registrados no levantamento diário junto dos hospitais de Curitiba e outros 428 foram oriundos dos testes realizados em servidores municipais e pessoas em grupos de risco da capital paranaense.

Atualmente os hospitais de Curitiba recebem 188 pessoas internadas, sendo 68 somente nas UTIs. Desde 12 de março, 2.375 pessoas se contaminaram com a Covid-19 na capital paranaense.

“Nós estamos em um crescimento exponencial do coronavírus em Curitiba e todas as medidas de segurança devem ser tomadas pela população”, explicou Burguer.

Também foram registrados novos seis óbitos em dois homens e quatro mulheres, com uma das vítimas tendo apenas 46 anos de idade e nenhuma comorbidade relacionada.

Dessa forma, Curitiba chegou a marca de 89 mortes pelo novo coronavírus, liderando esse índice entre os municípios paranaenses.

A taxa de recuperação para o coronavírus está na casa dos 61,7%, com 1.467 pessoas tendo conseguido se descontaminar da doença na cidade.

CURITIBA AMPLIOU ATENDIMENTO DE COMÉRCIOS

Contrariando o sistema de bandeiras criado para controlar a pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Curitiba possibilitou que academias, lanchonetes, restaurantes e shoppings possam continuar atendendo ao público.

Atualmente a cidade está em bandeira laranja que coloca a população em “alerta médio. Nesse regime nenhum desses comércios poderia estar atendendo os consumidores presencialmente.

Mas as academias irão seguir atendendo com limitação de usuários, lanchonetes e restaurantes com horário de funcionamento presencial das 12 às 22 e os shoppings com expediente vetado apenas aos finais de semana.

Previous ArticleNext Article