Coronavírus: Curitiba fecha cinemas, baladas e academias para conter pandemia

Angelo Sfair

curitiba, decreto, pandemia, epidemia, cinema, teatros, casas noturnas, academias, fechadas, quarentena, coronavírus, covid-19

Cinemas, teatros, baladas, salões de beleza e academias de ginástica e esportes estão entre os estabelecimentos que serão fechados em Curitiba para conter a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

O decreto entra em vigor nesta sexta-feira (20) e se estende a escolas de música, artes e línguas. Além disso, tabacarias e autoescolas também devem ser fechadas.

“Isso ajuda muito. Porque além do monitoramento, Curitiba agora está em contenção da disseminação da Covid-19. A sociedade precisa entenderque as aglomerações não podem acontecer nesse momento”, explicou o diretor do Centro de Epidemiologia da SMS (Secretaria Municipal de Saúde), Alcides Oliveria, ao Paraná Portal.

O comércio em geral não foi proibido em Curitiba, mas deve respeitar novas regras e orientações para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). Os estabelecimentos devem se organizar de forma a permitir a distância de pelo menos 1,5 metro entre as pessoas, por exemplo.

Além disso, devem restringir o acesso e organizar filas de acesso. Restaurantes regime self-service (aquele em que os próprios clientes se servem) devem destacar funcionários com luvas e máscaras para servir os clientes.

“São lugares onde transitam muitas pessoas. Por isso, a sociedade deve evitar se expor ao coronavírus e adoecer”, reforçou o diretor da SMS Alcides Oliveira.

“Além disso, também é preciso lembrar de lavar as mãos frequentemente com água e sabão, ou álcool em gel 70%. Quem estiver com tosse deve evitar o contato social, mas só deve procurar os serviços de saúde se os sintomas persistirem por dois dias ou mais”, completou.

Conforme a Prefeitura de Curitiba, todas as medidas têm como objetivo evitar aglomerações. Por consequência, a finalidade é evitar a transmissão local do novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com o decreto que entra em vigor amanhã (20), as novas medidas são válidas por tempo indeterminado. Assim, as regras serão avaliadas diariamente e podem sofrer alterações caso seja necessário.

CURITIBA: NOVAS MEDIDAS CONTRA CORONAVÍRUS (COVID-19)

Conforme o decreto que entra em vigor nesta sexta-feira (20), devem fechar:

  • Casas noturnas, espetáculos, boates
  • Cinemas e teatros
  • Academias de ginástica, natação e esportes em geral
  • Salões de beleza
  • Escolas de música, artes, línguas e congêneres
  • Autoescolas
  • Tabacarias

NOVAS ORIENTAÇÕES CONTRA COVID-19

Continuam abertos os seguintes estabelecimentos: lojas em geral (como de roupas, sapatos e acessórios); supermercados e hipermercados (incluindo os mercados municipais); restaurantes, bares e lanchonetes; feiras livres; padarias e farmácias; postos de gasolina e lojas de conveniência; lojas de produtos para animais.

No entanto, as lojas e restaurantes devem seguir novas regras, que incluem:

  • Restrição de acesso, de forma que haja condições de as pessoas se manterem à distância de 1,5 metro uma das outras
  • Os estabelecimentos devem organizar filas de acesso, atendimento ou de pagamento, para respeitar a distância mínima de 1,5 metro
  • Restaurantes self-service devem destacar atendentes com luvas limpas, touca e máscara própria à manutenção de alimentos para servir os clientes, de forma a diminuir o contato com os utensílios de uso geral

+ Leia também: Brasil fecha fronteiras com Argentina, Paraguai e outros seis países da América do Sul

OUTRAS MEDIDAS

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, outras mudanças devem acontecer para coibir o novo coronavírus (Covid-19). As celebrações religiosas, por exemplo, devem acontecer por sistema online.

A alimentação de estudantes da rede municipal de Curitiba será mantida. Estudantes em situação de vulnerabilidade receberão cestas básicas em casa.

Na Rodoferroviária de Curitiba, o bloco interestadual será fechado. A medida é reflexo do decreto do governo do Paraná para combate ao novo coronavírus (Covid-19), que prevê a proibição de ônibus vindos de outros estados ou do Distrito Federal.

Diferentemente das feiras livres, a feirinha do Largo da Ordem será fechada. A feira do próximo domingo (22) está mantida, mas será suspensa a partir do dia 29 de março.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="689468" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]