Coronavírus: Prefeitura de Curitiba fecha três estabelecimentos em fiscalização

Em uma operação para fiscalizar o comércio durante a pandemia do coronavírus, a prefeitura de Curitiba fechou três estab..

Redação - 04 de maio de 2020, 13:54

Pedro Ribas / SCMS
Pedro Ribas / SCMS

Em uma operação para fiscalizar o comércio durante a pandemia do coronavírus, a prefeitura de Curitiba fechou três estabelecimentos e notificou outros quatro durante o último final de semana. Além disso, outros 23 locais foram vistoriados.

No sábado (2), um bar no bairro Água Verde e uma loja de móveis no Novo Mundo tiveram as atividades paralisadas. Já no domingo (3), um bar e lanchonete na Rua Deputado Leoberto Leal, no Guabirotuba, também foi interditado.

Os dois locais não respeitavam as determinações do decreto municipal e tinham aglomerações.

A loja de móveis, inclusive, já tinha sido notificada na última segunda-feira (27) após anunciar promoção e abrir as portas em desacordo com as medidas previstas pelo poder municipal. Na vistoria desse final de semana, cerca de 200 pessoas estavam no local. A loja não tinha qualquer organização de filas e desrespeitava a distância de 1,5 metro entre as pessoas.

"É de responsabilidade do proprietário cumprir os protocolos emitidos pelas autoridades sanitárias neste momento e garantir tanto a segurança da sua equipe quanto dos clientes", diz a diretora de Fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, Jussara Policeno de Oliveira Carvalho.

As ações de fiscalização acontecem com equipes da Polícia Militar, Guarda Municipal e fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo.

CURITIBA FISCALIZA COMÉRCIO NA LUTA CONTRA O CORONAVÍRUS

A prefeitura de Curitiba intensificou as fiscalizações após cenas de aglomerações. Na última semana de abril, viralizaram imagens de aglomerações no Museu Oscar Niemeyer e de um festival de pipa, no Novo Mundo.

Com isso, o prefeito Rafael Greca fez apelo à população: "As imagens e também as notícias preocupantes de eventos privados nos causa gravíssima apreensão. Nós precisamos de compreensão e inteligência e autorizamos a GM a agir”, disse ele.

No último boletim do coronavírus, a Secretaria Municipal de Saúde revelou que Curitiba já registra 25 mortes e 623 confirmações da doença.