Secretaria alerta população sobre “golpes do coronavírus” em Curitiba

Redação

Secretária da Saúde fala com Mandetta e deixa em aberto lockdown em Curitiba

Além da divulgação do boletim nesta quinta-feira (14), a Secretaria Municipal de Saúde fez um alerta que estão tendo “golpes do coronavírus” em Curitiba durante a pandemia.

Conforme dito pela secretária Márcia Huçulak, são dois tipos de golpes diferentes. O primeiro acontece pelo telefone, onde os suspeitos pedem dados (RG, CPF, data de nascimento etc) a título da Secretaria.

“Como sempre, em uma situação de pandemia, tem os oportunistas, que fazem uso do momento para aplicar golpes. Já ligamos e falamos ‘precisamos falar com x pessoa’. Quando fazemos monitoramento, temos as informações. Muito cuidado com relação a isso”, alertou ela.

Já o segundo “golpe do coronavírus” é mais grave. Segundo a Secretaria, suspeitos estão entrando na casa de pessoas dizendo que vão colher exames para testar as pessoas.

Huçulak diz que o carro dos golpistas é um Gol branco, similar ao que a Prefeitura de Curitiba usa.

“As pessoas vão com avental e isopor e batem nas casas dizendo que estão colhendo exames. Se formos fazer algum tipo de coleta, não será dessa forma. Quando fazemos coleta domiciar, que é eventualmente necessário, avisamos antes”, conta a secretária.

“Temos um uniforme com emblema da prefeitura, carro com a logomarca da prefeitura e o profissional tem crachá da Secretaria Municipal de Saúde. Tomem cuidado porque é caso de polícia, tem que denunciar” finaliza a secretária.

Para denunciar os “golpes do coronavírus”, é possível acionar o 190, da Polícia Militar.

Conforme o boletim, Curitiba registra 805 casos confirmados e 31 mortes por coronavírus.

Previous ArticleNext Article