Coronavírus: Curitiba passa dos 2,5 mil casos, mas nega lockdown iminente

99 dias após o primeiro caso do novo coronavírus (Covid-19), Curitiba registra 2.543 ocorrências da doença, mas a Secret..

Jorge de Sousa - 18 de junho de 2020, 17:37

Guilherme Wille
Guilherme Wille

99 dias após o primeiro caso do novo coronavírus (Covid-19), Curitiba registra 2.543 ocorrências da doença, mas a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) negou nesta quinta-feira (18) a iminência do regime de lockdown na cidade.

"Nós estamos com a bandeira laranja, não bandeira vermelha. Inclusive nosso painel de bandeiras é informado com os registros diários e a menos que tenhamos uma catástrofe amanhã nós vamos permanecer ainda na bandeira laranja", explicou a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak.

Nas últimas 24 horas foram registrados novos 54 casos (sendo 40 via PCR e outros 14 por testes de farmácia) e mais três óbitos pela doença - 97 mortes desde o dia 11 de março.

As novas vítimas faleceram entre quarta (17) e quinta-feira, sendo um homem de 72 anos e duas mulheres com idades de 88 e 93 anos. Todos esses idosos apresentavam doenças crônicas.

Atualmente os hospitais de Curitiba recebem mais de 427 pacientes, entre pessoas com casos confirmados e ainda suspeitas, sendo que as UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) têm mais de 80 pessoas em leitos.

Já a taxa de recuperação para o coronavírus segue oscilando, estando na casa dos 60,59%, com 1.541 pessoas tendo conseguido se descontaminar da Covid-19.