Coronavírus: Prefeitura de Curitiba fecha cinco estabelecimentos por aglomerações

Equipes da prefeitura de Curitiba interditaram cinco estabelecimentos por aglomerações em mais um final de semana de fis..

Redação - 25 de maio de 2020, 16:08

Uma das fotos divulgadas pela prefeitura de Curitiba comprova a aglomeração em um dos estabelecimentos. (Divulgação/Prefeitura de Curitiba)
Uma das fotos divulgadas pela prefeitura de Curitiba comprova a aglomeração em um dos estabelecimentos. (Divulgação/Prefeitura de Curitiba)

Equipes da prefeitura de Curitiba interditaram cinco estabelecimentos por aglomerações em mais um final de semana de fiscalizações durante a pandemia do coronavírus. No total, foram vistoriadas 26 lojas, o que resultou em 22 notificações.

Tiveram as atividades paralisadas bares nos bairros Mercês, Água Verde, Rebouças, uma tabacaria no Sítio Cercado e uma casa noturna no São Braz.

Os fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo constataram, em 10 estabelecimentos, o descumprimento das medidas sanitárias obrigatórias para evitar a proliferação do vírus e também inadequações nos alvarás de funcionamento.

Até o momento, está proibido o funcionamento de casas noturnas e realização de eventos e festas.

“Mesmo com ampla orientação sobre a obrigatoriedade de adequação à resolução municipal, ainda há estabelecimentos em desacordo, expondo funcionários e clientes ao risco de contágio”, diz a diretora do departamento de fiscalização da Secretaria Municipal do Urbanismo, Jussara Policeno de Oliveira Carvalho.

Conforme o último boletim da Secretaria Municipal de Saúde, Curitiba registra 936 casos e 36 mortes por coronavírus.

USO OBRIGATÓRIO DE MÁSCARAS

Uma das principais infrações observadas nas ações de fiscalização em Curitiba é a falta de estratégias para evitar a reunião de pessoas nas áreas externas dos estabelecimentos e o uso de máscaras em todos os ambientes.

“Mesmos nas áreas externas, a responsabilidade por conter aglomeração é do proprietário do estabelecimento”, diz Jussara.

A resolução nº 01/2020, que está em vigor desde o dia 17 de abril, estabelece um conjunto de regras obrigatórias aos estabelecimentos em funcionamento como ocupação do espaço interno dos locais, obrigatoriedade do uso de máscaras e disponibilização de álcool em gel para clientes e funcionários.

Além disso, a prefeitura de Curitiba também expediu 10 notificações para alguns estabelecimentos. Em sete deles, foram verificados problemas nos alvarás.

As fiscalizações durante a pandemia do coronavírus acontecem constantemente e atendem a solicitações da população que chegam pela Central 156 de Atendimento ao Cidadão e, também, pelo telefone de emergência 153 da Guarda Municipal.