Covid-19 em Curitiba: Taxa de ocupação de leitos de UTIs do SUS chega a 63%

Leonardo Gomes - BandNews FM Curitiba

curitiba covid-19 bandeira laranja leitos uti

Paralelo ao aumento de casos e mortes provocadas pela Covid-19, a taxa de ocupação de leitos de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) do SUS, exclusivas para a doença, chegou a 63% em Curitiba neste final de semana.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as hospitalizações são feitas não só em pacientes confirmados com a Covid-19, mas também em pessoas com sintomas suspeitos de síndromes respiratórias agudas graves. Entre os casos confirmados são 82 pacientes que estão internados em hospitais públicos e privados da capital paranaense, 38 deles em UTIs.

Em entrevista à BandNews FM Curitiba, o prefeito Rafael Greca explicou que a taxa de ocupação se refere aos 247 leitos que estão abertos e não ao total de leitos que podem ser disponibilizados conforme a demanda.

“Eu não abri todos os mil leitos que a cidade dispõe porque um leito custa mil e seiscentos reais por dia, então não teria sentido nós gastarmos para dizer que estamos bem e para a turma resolver fazer festa, é um momento das pessoas prestarem atenção”, alerta.

O prefeito disse ainda que no último domingo (7), no parque infantil do bosque Tingui, haviam famílias colocando seus filhos no escorregador. “Isso é uma incivilidade! eu todos os dias peço a Deus que toque os curitibanos no sentimento de instinto de sobrevivência, ninguém pode ser tão parvo de não perceber que o vírus mata”, declarou.

Medida que pode dar um “fôlego” ao sistema público de saúde em Curitiba no combate ao coronavírus foi a reabertura da ala de internação do Hospital Vitória, no bairro CIC, para atendimento exclusivo de pacientes do SUS com a Covid-19. São 140 leitos (120 de enfermaria e 20 de UTI). O prefeito conta que os leitos serão ativados de forma escalonada, de acordo com a demanda. Nesta primeira fase, serão abertos 30 leitos do total, sendo 10 de UTI.

“É uma instalação de ponta, uma coisa linda. E vamos agora estudar também o Instituto de Medicina do Paraná, que também poderá ser reaberto, nos livrando do hospital de campanha”, declarou Greca.

Ao todo, quando os 140 leitos estiverem em funcionamento, 384 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas. Nesta primeira fase serão 192. Ao todo, já foram registrados em Curitiba, 1.290 casos confirmados e 58 mortes em decorrência da Covid-19.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="702911" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]