Coronavírus: Ministério da Saúde diz que Paraná tem caso sob suspeita, mas secretaria estadual nega

Vinicius Cordeiro

coronavírus casos ministério da saúde secretaria do paraná brasil

O Brasil tem nove casos suspeitos de coronavírus, informou o Ministério da Saúde na tarde desta quarta-feira (29). Na atualização diária dos dados, a pasta disse que seis estados estão em monitoramento. São Paulo lidera a lista com três casos suspeitos, seguido por Santa Catarina, com dois. Por fim, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Ceará tem um caso cada.

Entretanto, a Sesa (Secretaria de Saúde do Estado do Paraná) descartou os dois casos que estavam sob análise na manhã de hoje. Procurada pela reportagem após o anúncio do Ministério, a Secretaria reforçou a informação e disse que não há registro de nenhum novo caso suspeito.

Uma possibilidade das análises serem feitas de formas distintas. Enquanto o Ministério avalia exames laboratoriais, a Secretaria estadual utiliza exames clínicos.

Em coletiva dada pelo secretário estadual da Saúde, Beto Preto, a secretária de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, e representantes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), foi explicado que o segundo caso analisado, de uma mulher de 23 anos, foi descartado pelo tempo que a paciente esteve na China. Ela passou pela Ásia há mais que 14 dias, período máximo de incubação dos vírus.

Dessa forma, o Ministério deve desconsiderar o caso a partir de amanhã (30). Além disso, o governo federal está classificando os casos em seis categorias: notificado, suspeito, provável, confirmado, descartado e excluído.

CASOS DE CORONAVÍRUS NO PARANÁ

Ontem, um homem de 29 anos foi internado, em isolamento, no Hospital Santa Cruz. Contudo, os exames apontaram que ele estava com Gripe do subtipo Influenza B. Já uma mulher de 23 anos também acabou tendo seu caso descartado pela Sesa

A outra suspeita descartada é a da paciente de 23 anos que está internada no Hospital de Clínicas do Paraná. A paciente esteve na China nos últimos e ao sentir os sintomas procurou um posto de saúde na cidade, antes de ser encaminhada ao HC.

Na segunda-feira (29), um caso também foi averiguado no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná. Um tripulante do navio Great Praise teve febre, mas o caso acabou sendo descartado após exames feitos pelas equipes da Anvisa. O episódio nem sequer entrou na contagem da Secretaria.

O QUE É CORONAVÍRUS? 

anvisa, agência nacional de vigilância sanitária, appa, administração dos portos de paranaguá e antonina, portos do paraná, sesa, secretaria de estado da saúde, coronavírus, novo vírus da china, china, wuhan, coronavirus sintomas, corona virus, coronavírus, wuhan, wuhan china, coronavirus sintomas, corona virus, coronavírus, wuhan, ministerio da saude, oms, coronavirus, corona virus, virus, corona, o que é coronavirus, coronavírus, paraná, investiga, investigação, curitiba, paraná
Exames para constatar o coronavírus na China. (Divulgação/Gov.cn)

A infecção causada pelo coronavírus já matou 106 pessoas — 100 casos apenas em na província de Hubei, onde fica Wuhan, considerada o ponto de partida da epidemia. Além disso, existe até o momento 4.537 infectados na China.

Conforme a OMS (Organização Mundial da Saúde), outros 56 casos de coronavírus foram confirmados em pelos menos 18 países distribuídos em quatro continentes.

No Brasil, o Ministério da Saúde colocou o país em alerta para o risco de transmissão, mas ainda não há casos confirmados. O Paraná também adotou medidas de prevenção.

Assim como outras viroses, o coronavírus pode ser transmitido entre seres humanos pelo ar (tosses e espirros) ou pelo contato com objetos contaminados. O vírus pode se disseminar pelo ar e coloca em risco pessoas imunidade debilitada. Ainda não há um remédio específico para combater o vírus.

coronavírus tem período de incubação entre dois e sete dias, podendo chegar a 14 em alguns casos. Os sintomas se parecem com os da gripe ou resfriado comum: tosse, febre e dificuldade para respirar. Nos casos mais graves, a doença pode evoluir para pneumonia ou síndrome respiratória aguda grave.

Previous ArticleNext Article