Coronavírus no Paraná: Covid-19 avança mais 16% e faz primeiras vítimas

Angelo Sfair

coronavírus no paraná, coronavírus, covid-19, paraná, dados, tabela, gráfico, infográfico, evolução dos casos, boletim, mortes, óbitos

O boletim atualizado do coronavírus (Covid-19) no Paraná confirma as duas primeiras mortes pela doença. Os dois óbitos foram registrados em Maringá. De acordo com a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), também foram confirmados 19 novos casos. Outros 1.084 continuam em investigação.

Entre os novos casos, cinco foram confirmados em Curitiba, que tem um total de 71 registros. Outros quatro casos foram confirmados em Maringá — incluindo as duas mortes — e três em Cascavel.

Além disso, foram confirmados casos do novo coronavírus (Covid-19) em Cianorte, Guarapuava, Iretama, Campo Mourão, Umuarama, Guaíra e União da Vitória.

O número de pacientes internados em UTIs subiu de cinco para seis. Outros três permanecem internados, enquanto os demais são acompanhados remotamente, em isolamento domiciliar.

COVID-19: PRIMEIRAS MORTES POR CORONAVÍRUS NO PARANÁ

A confirmação das mortes pelo estado foi anunciada pelo Secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, em pronunciamento ao vivo pelas redes sociais.

“Quero não apenas prestar condolências aos familiares e à comunidade, mas dizer que o Paraná todo está em uma grande luta para evitar que o coronavírus possa continuar circulação com essa força e essa agressividade que a Covid-19 tem”

O secretário reforçou as medidas adotadas pelo estado para combater o novo coronavírus (Covid-19). Conforme Beto Preto, a postura do Paraná é para evitar ao máximo a perda de vidas humanas.

“Por isso, mantemos a nossa postura que é de isolamento em casa e manter o distanciamento social. Respeitamos a posição de todos, mas do ponto de vista epidemiológico temos que tomar decisões de forma direta e séria. Todas as medidas que estamos tomando são baseadas em artigos científicos e evidências”, completou.

PARANÁ QUER AUMENTAR TESTES E AGILIZAR RESULTADOS

Durante o pronunciamento desta sexta-feira (27), o secretário de estado da Saúde, Beto Preto, explicou que o Paraná aumentou a quantidade análises. O Lacen (Laboratório Central do Estado) tem capacidade para alcançar cerca de 500 resultados por dia.

As análises continuarão em ritmo acelerado até que seja zerada a lista de coletas que aguardam o resultado dos exames.

Por isso, a quantidade de casos em investigação caíram sensivelmente, de 3.478 para 1.078. Após a divulgação dos resultados pelo Lacen, eles deixam a lista de investigados e passam a ser considerados casos descartados.

Previous ArticleNext Article