Coronavírus: Lockdown em Quatro Barras tem toque de recolher

Redação


A prefeitura de Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba, decretou lockdown para evitar a proliferação do coronavírus. A medida já está em vigor e é prevista até o dia 12 de abril, mas com riscos de ser prorrogado. Conforme o último boletim, o município registra 16 casos confirmados e uma morte por Covid-19.

A medida vale para seis localidades da zona rural: Campininha, Estrada do Pocinho, Fazenda Lagoinha, Palmitalzinho, Ribeirão do Tigre e Rio do Meio. Em três deles, o bloqueio é total. Já no restante, apenas os moradores estão autorizados – agentes da Guarda Municipal fazem o trabalho de fiscalização.

Veja o mapa divulgado pela prefeitura de Quatro Barras:

Lockdown é feito por prefeitura na região metropolitana de Curitiba (Divulgação/Prefeitura de Quatro Barras)

LOCKDOWN EM QUATRO BARRAS TEM TOQUE DE RECOLHER

Entre as medidas restritivas do lockdown, a prefeitura de Quatro Barras determinou que crianças e idosos devem permanecer em casa. Já o decreto também define toque de recolher a partir das 22h.

Além disso, a administração municipal reforça que estão proibidas as realizações de festas ou qualquer tipo de evento com aglomeração.

Entre os serviços, estão autorizados os funcionamentos de mercados, farmácias, serviço funerário, transporte coletivo e privado (táxi e aplicativos), distribuidoras de gás, panificadora e postos de gasolina, entre outros.

Já academias e centros esportivos, além de salões de beleza, lojas de roupas, bares, tabacarias e missas, entre outros.

Veja a íntegra da decisão do lockdown.

Previous ArticleNext Article