Por coronavírus, registros de testamento aumentam 70% no Paraná

Os cartórios do Paraná viram aumentar em 70% os registros de testamento em março. O movimento está diretamente relaciona..

Redação - 13 de maio de 2020, 16:09

Ilustração/Pixabay
Ilustração/Pixabay

Os cartórios do Paraná viram aumentar em 70% os registros de testamento em março. O movimento está diretamente relacionado à pandemia do coronavírus (Covid-19).

De acordo com a Anoreg-PR (Associação dos Notários e Registradores do Paraná), o aumento foi observado a partir do decreto estadual que instituiu as medidas de isolamento social.

O testamento é considerado uma demanda jurídica extrema. Os registros são acompanhados pelo MPPR, por meio do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Cíveis, Falimentares e de Liquidações Extrajudiciais.

“Como fiscais da lei, os agentes atuam nos pedidos judiciais de abertura, registro e cumprimento de testamentos públicos, cerrados ou particulares”, explicou a coordenadora do Caop, procuradora  Terezinha Souza Signorini.

O registro de testamento segue as normas determinadas pelo Código de Processo Civil. A atuação do MPPR, nesse caso, visa resguardar os interesses e direitos daqueles que registram o documento e daqueles apontados como herdeiros.