Corpo carbonizado é de gerente desaparecido, aponta exame

Francielly Azevedo


O corpo carbonizado encontrado pela Polícia Civil dentro de um carro, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), na última quarta-feira (18), é do gerente financeiro Fábio Royer, de 42 anos. A informação foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp) nesta sexta-feira (20).

A Sesp informou que o laudo de identificação ainda não foi concluído pelo Instituto Médico Legal (IML), mas o exame de odontologia forense finalizado nesta sexta indica que o o corpo é do gerente. No entando, ainda conforme a Secretaria, a confirmação sobre a identificação definitiva será feita somente após o exame de DNA.

Segundo a Sesp, já foram coletadas amostras biológicas do fêmur da vítima para estudo e confronto genético. O resultado deve sair em até sete dias.

Fabio saiu de casa, no Bairro Bacacheri, para ir à farmácia na última segunda-feira (16) e não foi mais visto. De acordo com familiares, ele não estava muito bem de saúde e tinha chegado em casa do trabalho mais cedo por causa disso. Um pouco febril e quieto, o homem só teria melhorado depois de tomar um antitérmico. Como um dos filhos do gerente tem asma e controla o problema com bombinhas de medicação, que havia acabado, ele então decidiu ir até a farmácia para comprar uma nova. Ele desapareceu no caminho sem deixar qualquer tipo de rastro.

 

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="538036" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]