Corpo de Bombeiros quer diminuir burocracia em fiscalizações e vistorias

Redação e Assessoria


O coronel Samuel Prestes assumiu o Comando do Corpo de Bombeiros nesta segunda-feira (21). Ele substitui o coronel Antônio Carlos de Morais, que é subcomandante geral da Polícia Militar e ocupava o cargo interinamente.

Na nomeação, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, afirmou que pretende dar mais agilidade nos processos de vistoria e fiscalizações. “Diminuir prazos é uma missão administrativa que temos que avançar”.

Para abrir qualquer empresa no Brasil é necessário a emissão de um alvará junto ao Corpo de Bombeiros, para certificar que ela esteja de acordo com as normas de segurança. “Hoje há prazos muito alongados. Precisamos dar estrutura ao Corpo de Bombeiros para que a corporação possa avalizar o funcionamento da empresa de maneira mais rápida, mas sempre preservando as regras de segurança”, afirmou o governador.

Escolha do comandante

O secretário de Estado da Segurança Pública, general Luiz Felipe Carbonell, disse que o novo comandante do Corpo de Bombeiros foi escolhido por critérios técnicos. “Buscamos pelas melhores pessoas e com as melhores qualificações para assumir cargos adequados às suas competências”, destacou.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Péricles de Matos, o novo comandante do CB tem a missão de coordenar uma equipe que preste serviços ágeis. “A celeridade no atendimento às vítimas é o empenho do nosso Corpo de Bombeiros”, disse.

O coronel Samuel Prestes foi o primeiro Comandante do Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST), comandante do 6º Grupamento de Bombeiros, em São José dos Pinhais (RMC), do 1º Grupamento, responsável pela capital do Estado. Antes de assumir o comando da corporação, chefiava a 3ª Seção do Estado-Maior da Instituição.

Defesa Civil

Na solenidade, Ratinho Junior anunciou o coronel Ricardo Silva, também do Corpo de Bombeiros, como novo coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, órgão que agora passa a integrar a Secretaria de Estado da Segurança Pública. O novo coordenador atuava como chefe do Estado-Maior do Corpo de Bombeiros Paraná.

Ratinho Junior explicou que a Defesa Civil continua vinculada ao gabinete do governador, mas com a reestruturação do Governo do Estado e a diminuição de secretarias, deixa de pertencer ao gabinete militar e passa a fazer parte da Secretaria da Segurança Pública. “A ideia é melhorar e dinamizar ainda mais o atendimento”, explicou o governador.

O secretário da Segurança Pública lembrou que contou que todas as vezes em que a Defesa Civil é acionada, naturalmente os órgãos da segurança também são. “Essa integração deverá facilitar a organização do sistema de atendimento, melhorando os trabalhos e o atendimento à sociedade. Juntos nós teremos resultados ainda mais positivos”, declarou.

Participaram da solenidade o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil, Guto Silva; o ex-comandante do Corpo de Bombeiros, Edmilson de Barros; o diretor-geral do Detran, coronel Cesar Kogut; os deputados estaduais Hussein Bakri, Rubens Recalcatti e Luiz Cláudio Romanelli; o comandante do Cindacta 2, coronel Marcos Kentaro Adachi; o presidente da Fetranspar, coronel Sérgio Malucelli; e o presidente da Associação Comercial do Paraná, Glaucio Geara.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="587936" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]