Corpo do cantor Aleksandro é sepultado em Londrina

Sertanejo tinha 34 anos e morreu no sábado (7), após um acidente na Rodovia Régis Bittencourt. Ele fazia dupla com Conrado.

Redação - 09 de maio de 2022, 14:00

(Foto: Reprodução/TV Tarobá)
(Foto: Reprodução/TV Tarobá)

O corpo do cantor Aleksandro foi sepultado na manhã desta segunda-feira (9) em Londrina, no norte do Paraná. Ele tinha 34 anos e morreu no sábado (7), após um acidente com o ônibus da dupla Conrado & Aleksandro na Rodovia Régis Bittencourt.

O enterro foi realizado no Cemitério e Crematório Parque das Allamandas. Próximo ao local, foi realizado um cortejo com ônibus de duplas sertanejas da região, como uma última homenagem ao sertanejo.

No mesmo local, foi sepultado o corpo do técnico de som da banda, Giovani Gabriel, que tinha 23 anos. Eles foram velados no domingo (8) no Ginásio de Esportes Luiz Bom.

Luiz Aleksandro Talhari Correia era natural de Dourados, no Mato Grosso do Sul, mas morava em Londrina. Em 2003, ele formou uma dupla sertaneja, no estilo universitário, com o cantor Conrado Bueno. Em 2019, a dupla teve uma troca de 'Conrados': saiu Bueno e entrou João Vitor Moreira Sales.

A banda interpretou músicas como 'Signos' (2012), 'Loira Gelada' (2012) e 'TCC: Truco, Cerveja e Churrasco' (2014).

ACIDENTE COM O ÔNIBUS DA DUPLA CONRADO E ALEKSANDRO

O acidente com o ônibus da dupla sertaneja Conrado & Aleksandro aconteceu na manhã de sábado (7), na rodovia Régis Bittencourt (BR-116), na altura do município de Miracatu, no interior do estado de São Paulo.

A banda estava a caminho de São Pedro, também no interior paulista, após se apresentar na cidade de Tijucas do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba. Durante o deslocamento, o veículo tombou na rodovia. Ao todo, seis pessoas morreram no acidente.

Em sua última postagem no Instagram, o sertanejo Aleksandro postou um vídeo da viagem de ônibus durante a madrugada.

Após duas cirurgias, Conrado (João Vitor Moreira Sales) está internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional de Registro, no estado de São Paulo. O estado de saúde é considerado grave. Outros 11 integrantes da banda também estão hospitalizados.