Correios já sofreram 80 assaltos em 2016 no Paraná

Mariana Ohde


Da BandNews

80 assaltos já foram registrados em 2016 em 61 unidades dos Correios no Paraná. O dado é do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios no Paraná, que ameaça entrar em greve para pedir melhores condições de trabalho. O número já está muito próximo ao total registrado em 2015, quando foram registrados 89 casos de assaltos no estado.

Segundo o diretor do sindicato da categoria, Alexandre Basílio, os assaltos acontecem tanto nas agências quanto com os trabalhadores que estão nas ruas. “O que a gente tem visto é que, nas abordagens, o trabalhador fica totalmente vulnerável”, explica. Segundo ele, há casos em que, quando vão fazer entregas de encomendas em regiões com maiores índices de criminalidade, os trabalhadores são abordados por assaltantes, em alguns casos armados. Já foram levados veículos dos correios, além das encomendas.

Acidentes

Segundo o sindicato, no ano passado, os trabalhadores dos Correios registraram 902 acidentes de trabalho. Destes, 323 foram motivados por assaltos, 158 por mordedura canina e 421 por outros motivos, como acidente de trânsito.

“A gente iniciou uma campanha de segurança nas agências e a gente tem ido em órgãos públicos, como a Secretaria de Segurança Pública, temos feito consultas públicas em cidades do interior. E, principalmente, na Justiça, a gente vem cobrando a empresa em relação a isso. Na região de Apucarana, ganhamos uma liminar agora. A empresa vai ter que colocar portas giratórias e seguranças armados em onze cidades da região”, conta, ressaltando que o sindicato move ações em diversas regiões para garantir a segurança dos trabalhadores.

Resposta

A assessoria de imprensa dos Correios informa que, por questões de segurança, não divulga informações sobre os assaltos e nem quais são os tipos de dispositivos de segurança que são instalados em agências. Segundo os Correios, esses equipamentos variam de unidade para unidade e são determinados de acordo com o grau de risco que apresentam. Todas as agências possuem cofres e sistemas de alarme e circuito fechado de TV, segundo a assessoria.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal