Covid-19: Curitiba chega a marca de 3,9 mil mortes

Jorge de Sousa

Casos de síndrome respiratória voltam a subir no país, calcula Fiocruz

Curitiba completou nesta quinta-feira (1º), duas semanas com lotação máxima nos 517 leitos de UTI para o atendimento de casos graves da Covid-19, segundo a Secretaria Municipal da Saúde.

Para tentar ampliar esse colapso no sistema público de saúde, a Secretaria anunciou a abertura de mais quatro leitos de UTI nas últimas 24 horas.

Ainda segundo o órgão, no 386º dia da pandemia da Covid-19 em Curitiba foram registrados novos 798 casos confirmados e 34 óbitos.

As últimas vítimas fatais são 21 homens e 13 mulheres com idades entre 26 e 89 anos, sendo que duas dessas pessoas não apresentavam ao menos uma comorbidade para a doença.

Outro fator que demonstra o avanço da pandemia em Curitiba é que 15 dessas vítimas fatais tinham menos de 60 anos.

Desde o início da pandemia em março de 2020, 174.593 pessoas foram contaminadas pelo vírus e dessas, 3.90 vieram a óbito em decorrência da doença.

Já o número de casos ativos em Curitiba voltou a apresentar queda e chegou a marca de 11.320, sendo essas pessoas aquelas que ainda podem transmitir o vírus na capital paranaense.

LEIA MAIS: Beto Preto pede para população do Paraná evitar viagens e aglomerações

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="755095" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]