Covid-19: Curitiba registra novos 417 casos e dez óbitos nas últimas 24 horas

Jorge de Sousa

coronavírus, painel, covid-19, curitiba, sms, secretaria municipal da saúde, distrito sanitário, incidência, tatuquara, pinheirinho, matriz, região populosa

Curitiba fechou a segunda semana da bandeira amarela com novos 471 casos e dez óbitos pela Covid-19, segundo boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde nesta sexta-feira (28).

A secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, reforçou que mesmo na bandeira amarelas as medidas de restrição devem continuar sendo respeitadas.

“A única forma de se manter seguro contra a doença é manter as medidas recomendadas, como o uso de máscara e principalmente evitar as aglomerações”, afirmou a secretária.

Desde 11 de março – início da pandemia da Covid-19 em Curitiba, 31.917 pessoas foram contaminadas e 965 óbitos foram registrados em decorrência da doença.

As últimas vítimas são três homens e sete mulheres, com idades entre 31 e 95 anos. Apenas um paciente de 50 anos não apresentava nenhuma comorbidade para a doença.

A primeira semana da bandeira amarela também apresentou os menores números de óbitos desde o início do mês de junho. 42 pessoas morreram desde 23 de agosto, enquanto na última semana haviam sido registrados 106 falecimentos pela doença.

Outro número positivo é que os casos ativos da Covid-19 seguem estabilizados, chegando ao patamar de 3.947 nesta sexta-feira. Todas essas pessoas são aquelas que ainda podem transmitir a doença.

TAXA DE OCUPAÇÃO DOS LEITOS DE UTI SEGUE ESTÁVEL

Os hospitais de Curitiba completaram um mês com menos de 90% na ocupação dos leitos de UTI, chegando a marca de 80% espaços ocupados por pacientes com quadros graves da Covid-19.

Atualmente a Secretaria Municipal da Saúde disponibilizam 355 leitos de UTI exclusivos para a Covid-19, sendo que 72 estão desocupados nesta sexta-feira.

Como comparação, no dia 28 de julho os leitos de UTI estavam com 94% de ocupação, mas agosto trouxe uma queda nesse índice, acompanhando também a diminuição dos casos ativos da doença.

Desde o início da pandemia, não houve colapso no sistema público de saúde na cidade, com a taxa de ocupação batendo o teto de 97%.

COVID-19 NOS BAIRROS DE CURITIBA

A incidência de casos da Covid-19 diminuiu o ritmo nas regionais de Curitiba nessa última semana, embora todas essas localidades apresentaram aumento em comparação com a semana anterior.

Seis regionais ainda apresentam incidência maior do que a média de Curitiba (1.651,1 por 100 mil habitantes): Tatuquara (1.882,4), Pinheirinho (1.868,6), Bairro Novo (1.851,5), CIC (1771,3), Matriz (1.670,6) e Portão (1.670,5).

Mas esses números podem crescer, porque 3.412 casos seguem sem categorização por endereço de residência.

“Notamos em uma queda, mas não chegamos na base da montanha-russa. Estamos na fase do planalto, saímos do pico, mas não temos como confirmar que daqui a três semanas os números estarão dessa forma”, finalizou a infectologista da Secretaria Municipal da Saúde Marion Burguer.

LEIA MAIS: Covid-19: 45 milhões de doses da vacina serão disponibilizadas até dezembro, segundo Butantan

Previous ArticleNext Article