Covid-19: Curitiba acumula 170 mortes em duas semanas

Rafael Nascimento

covid curitiba coronavírus

Em meio ao pico da pandemia da covid-19, 170 pessoas morreram por conta do novo coronavírus nas últimas duas semanas em Curitiba, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. Nesta sexta-feira (24), 22 novos óbitos foram confirmados na Capital, que segue com a bandeira laranja e contabiliza 444 mortes.

Também nessa sexta-feira, a cidade ultrapassou a marca de 16 mil casos confirmados, com 720 novos casos positivos nas últimas 24 horas. Desta forma, Curitiba soma 16.424 casos diagnosticados da doença.

Entre as 22 novas mortes causadas pelo coronavírus, 12 delas ocorreram nas últimas 24 horas – as demais mortes confirmadas aconteceram ao longo do mês de julho e estavam em investigação.

As novas vítimas da covid-19 na cidade tinham idade entre 28 a 87 anos, 13 eram mulheres e oito homens. 

Durante a apresentação dos dados atualizados, a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, lamentou mais uma perda da linha de frente de combate à doença: uma técnica de enfermagem que trabalhava no Hospital Vitória e estava internada por conta da doença não resistiu e morreu durante a madrugada dessa sexta-feira.

Outro dado destacado com preocupação é que o número de casos ativos da Covid-19 segue alto, 5.773 pessoas com a possibilidade de transmitir o vírus.

MAIS UTIs COVID NA CAPITAL

A secretária Márcia Huçulak confirmou a abertura de dez novos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) exclusivos para o atendimento às vítimas da covid-19 em Curitiba. Os leitos foram abertos no Instituto de Medicina. Com isso, a cidade passa a contar com 345 leitos covid em hospitais públicos e privados.

A taxa de ocupação dos leitos covid se manteve acima dos 90%, com apenas 27 leitos livres (92%).

579 pessoas que contraíram o novo coronavírus seguem internadas em hospitais de Curitiba, sendo 240 delas em UTI.

170 MORTES EM 14 DIAS

O número de mortes pela covid-19 explodiu na Capital nas últimas duas semanas, com 170 mortes em 14 dias. Entre os dias 12 e 18 de julho, a Capital registrou 99 óbitos. Já nesta semana, outras 71 mortes foram confirmadas. Como comparativo, no período de onze semanas, entre 5 de Abril e 20 de Junho, a cidade registrou 115 mortes.

DOENÇA SE ESPALHA PELA CIDADE

Diferentemente do início da pandemia em Curitiba, quando o maior quantidade de casos se concentrava na região central, hoje todos os bairros da cidade tem casos confirmados do coronavírus.

Um dos bairros que acumulou mais casos confirmados na última semana, de acordo com a prefeitura, foi o Tatuquara, onde a taxa de incidência passou de 675,7 casos por 100 mil habitantes, em 17 de julho, para 1.024,9 casos confirmados/100 mil habitantes, hoje.

“Passei pelo Tatuquara nessa semana e é impressionante a quantidade de pessoas andando sem máscara nas ruas. Pessoas com a máscara no queixo, e que só a levantam quando entram em algum lugar. Isso não pode acontecer”, cobrou Márcia Huçulak.

Previous ArticleNext Article