Covid-19: Número de idosos internados por quadro respiratório aumenta 6 vezes em 2020

Angelo Sfair

enfermaria, uti, hospital, internemento, internamentos, idoso, idosos, covid-19, covid, coronavírus, curitiba, sms, secretaria municipal da saúde

Devido à Covid-19, o número de internamentos de idosos com quadros respiratórios em Curitiba aumentou seis vezes em março, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, não houve alterações significativas na circulação de outros vírus na região. Por isso, o aumento pode ser atribuído ao novo coronavírus.

O aumento repentino e inesperado no número de idosos internados fez inverter a faixa-etária que mais sofre com os quadros respiratórios nessa época do ano (veja detalhes no gráfico ao final, antes e depois da Covid-19).

Historicamente, entre março e abril, bebês e crianças de até dois anos são os que mais ocupam os leitos de hospital. O maior número de internações está relacionado ao vírus sincicial, que ataca principalmente os mais jovens.

É nos meses de junho e julho, com a circulação mais intensa do vírus Influenza, que os idosos e as pessoas com problemas respiratórios passam a liderar o ranking de internamentos.

No entanto, com a chegada do novo coronavírus, sobretudo em março, disparou o número de pessoas com mais de 60 anos que agora ocupam leitos de hospital em Curitiba.

COVID-19 É RESPONSÁVEL PELO AUMENTO DE INTERNAMENTOS

A infectologista Marion Burguer, coordenadora do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, alerta que o número de internamentos deve ser cada vez maior, e que os mais afetados serão os idosos.

“A gente tem o aumento expressivo do número de internamentos [de idosos] até porque a sensibilidade do sistema está maior pela presença do novo coronavírus (Covid-19) em todo o mundo e também em Curitiba”, pontou a infectologista.

O aumento repentino e sem precedentes indica a circulação do novo agente infeccioso.

“O número de internamentos [de idosos] no mês de março é aproximadamente seis vezes superior ao número que a gente tinha em anos interiores. Fizemos o comparativo de 2016 a 2020 e é nítido esse aumento. Daqui para frente, isso será ainda maior”, completou.

A idade média de pessoas internadas em Curitiba devido ao coronavírus é de 59 anos. A tendência, conforme a Secretaria Municipal de Curitiba, é que a mediana aumente à medida que a circulação do vírus se torne mais intensa na capital.

Curitiba tem três mortos pela Covid-19 desde o início da pandemia do novo coronavírus. Dois deles são idosos.

O fenômeno registrado na capital, conforme dados da Prefeitura de Curitiba, também pode ser observado em todo o Paraná. De acordo com dados do Sinan, os idosos também lideram o número de internamentos no mês de março.

Comparativo entre 2019 e 2020 mostra inversão na faixa-etária que mais ocupou leitos por quadros respiratórios no Paraná FiocruzSinan
Comparativo entre os anos de 2019 e 2020 mostra inversão na faixa-etária que mais ocupa leitos por quadros respiratórios no Paraná. Os dados são referentes à semana epidemiológica 13, que compreende o período entre os dias 22 e 28 de março. (Fiocruz/Sinan)

Previous ArticleNext Article