Covid-19: média móvel de casos em Guaratuba cai 61% após lockdown, diz Prefeitura

Rafael Nascimento


A cidade de Guaratuba, no Litoral do Paraná, reduziu a média móvel de casos de covid-19 em 61% após adotar o lockdown e barreiras restritivas na entrada do município, segundo balanço divulgado pela Prefeitura nesta quarta-feira (7).

“As notícias do balanço dos últimos três finais de semana com barreiras e regras mais restritivas são muito boas. Antes do lockdown tivemos 150 casos de investigação (por covid-19) por dia, caímos agora para 39. Chegamos a ter 18 pacientes internados no nosso centro de atendimento aos pacientes covid, sendo que sete deles aguardavam leitos de UTI há mais de 24 horas. Hoje, cinco pacientes estão internados”, destaca o prefeito de Guaratuba, Roberto Justus.

Com a proximidade do feriado de Páscoa e o aumento nos índices de contágio e mortes da covid-19 no estado, a cidade litorânea fechou o cerco contra a doença, e adotou lockdown entre a meia-noite do dia 19 de março, uma sexta-feira, até as 5h da segunda-feira seguinte, dia 22. Mais restritivo, o decreto proibiu o funcionamento do comércio e de serviços não essenciais.

Segundo a Prefeitura, a redução de 61% na média móvel de casos foi observada no período de duas semanas após o lockdown mais restritivo na cidade.

MAIS DE 2 MIL VEÍCULOS DE TURISTAS FORAM IMPEDIDOS DE ENTRAR EM GUARATUBA

Ainda conforme a administração municipal, as barreiras sanitárias nas entradas de Guaratuba também se mostraram fundamentais e assertivas para a queda nos indicadores da doença.

Segundo a Prefeitura, 2.280 veículos de turistas foram impedidos de entrar na cidade nos três últimos finais de semana.

Barreiras sanitárias impediram a entrada de milhares de turistas em Guaratuba. Foto: Divulgação/Prefeitura de Guaratuba

As barreiras restritivas foram iniciadas no dia 15 de março e proibiram a entrada e a circulação de turistas, veranistas ou pessoas sem residência fixa na cidade. O controle nas barreiras foi feito por servidores de diversas secretarias municipais e voluntários, além do apoio de equipes da Polícia Militar do Paraná (PMPR) e do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv).

“O levantamento é muito positivo, mostra que as barreiras foram eficientes e a importância de se fazer o fechamento das praias e áreas públicas. Se não tivéssemos feito isso os números seriam muito, mas muito piores”, completa Roberto Justus.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (7) pela Secretaria da Saúde (Sesa), 3.808 moradores de Guaratuba contraíram o vírus da covid-19 desde o início da pandemia, com 122 mortes.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="756223" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]