Covid-19: Paranaguá distribui Ivermectina contrariando OMS e Anvisa

Angelo Sfair

ivermectina paranguá distribui população covid-19

Contrariando as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e da Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária), a Prefeitura de Paranaguá começou hoje (17) a distribuição de Ivermectina para a população.

De acordo com a secretaria municipal de Saúde, o objetivo é usar o medicamento como “auxílio na prevenção aos efeitos agravados da Covid-19”.

Não há, até o momento, nenhuma comprovação científica de que a Ivermectina possa ajudar no tratamento ou na prevenção da doença causada pelo coronavírus.

A entrega do remédio à população de Paranaguá acontece em um ginásio municipal. No local, houve filas e aglomeração. Dentro do ginásio, as cadeiras são distribuídas de forma a tentar respeitar as regras de distanciamento social.

Conforme a prefeitura, as senhas são distribuídas das 8h às 16h, e as doses de Ivermectina são entregues até às 18h. A secretaria municipal de Saúde deve manter a distribuição pelos próximos 30 dias, inclusive aos finais de semana.

PREFEITURA DE PARANAGUÁ DIZ SE BASEAR EM ESTUDOS CIENTÍFICOS PARA O USO DA IVERMECTINA 

De acordo com a Prefeitura de Paranaguá, a decisão está ancorada em estudos científicos que apresentaram, in vitro, resultados favoráveis. No entanto, órgãos como a OMS alertam que testes em laboratório não garantem a eficácia em humanos. Além disso, a dose necessária para combater o coronavírus in vitro causaria uma overdose em humanos, possivelmente letal.

A Anvisa orienta que o medicamento só deve ser usado conforme a bula. A Ivermectina é indicada para o tratamento de sarna e piolho.

Questionada pela reportagem sobre os critérios usados para distribuir o remédio à população, a Prefeitura de Paranaguá ainda não se manifestou.

Previous ArticleNext Article