Covid-19: Prefeitura de Curitiba interdita seis estabelecimentos no final de semana

Redação

prefeitura de curitiba estabelecimentos

A prefeitura de Curitiba interditou seis estabelecimentos por descumprimento das medidas sanitárias durante a pandemia de covid-19 neste final de semana. A atual administração divulgou que foram paralisadas as atividades de dois bares com entretenimento (um no bairro Alto da XV e outro no Pinheirinho), uma tabacaria (Pinheirinho), duas casas de evento (Butiatuvinha e Augusta) e uma danceteria (Capão Raso).

Além das interdições, foram 16 notificações expedidas devido a situações de comércio irregular e ou falta de adequação às normas. Foram notificados lojas do Pinheirinho, Capão Raso, Augusta, Butiatuvinha, CIC, Boqueirão, Jardim das Américas, Sítio Cercado e Campo Comprido. No total, de quinta a domingo, foram vistoriados 24 estabelecimentos comerciais em 17 bairros de Curitiba.

As fiscalizações acontecem com fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo, guardas municipais e policiais militares.

De acordo com o último boletim, Curitiba totaliza 69.142 casos confirmados e 1.638 mortes por complicações da covid-19. Neste momento são mais de 11.232 casos ativos, o que significa o número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. Além disso, a taxa de ocupação das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) do SUS (Sistema Único de Saúde) para covid-19 é de 89%. Dos 324 leitos existentes, apenas 37 estão livres.

PREFEITURA DE CURITIBA SEGUE FISCALIZAÇÕES DURANTE PANDEMIA DE COVID-19

As fiscalizações feitas por equipes da prefeitura de Curitiba acontecem desde o dia 17 de abril. Já são 1.511 estabelecimentos vistoriados, sendo a grande maioria motivada por denúncias por meio do 156.

“Trabalhamos continuamente para impedir irregularidades e para verificar a adequação aos protocolos sanitários de saúde a fim de evitar as aglomerações e proteger a população do risco de contaminação”, afirma o secretário municipal do Urbanismo, Julio Mazza.

Desde abril, a prefeitura já interditou 357 estabelecimentos e autuou outros 150. Além disso, foram 603 notificações, 39 embargos. e 354 notificações por irregularidades comerciais.

Previous ArticleNext Article