Covid-19: Jovens se mobilizam para ajudar Hospital do Idoso Zilda Arns

Três jovens curitibanos se uniram na luta contra o avanço do novo coronavírus (Covid-19) e criaram a campanha "Unidos co..

Ana Cláudia Freire - 26 de maio de 2020, 12:22

Reprodução
Reprodução

Três jovens curitibanos se uniram na luta contra o avanço do novo coronavírus (Covid-19) e criaram a campanha "Unidos contra Covid" com o objetivo  de ajudar o Hospital Municipal do Idoso Zilda Arns.

A campanha tem por prioridade arrecadar fundos para a compra de um ventilador mecânico, que hoje custa em média, R$ 70 mil.

Segundo uma das idealizadoras do projeto a estudante Maria Vitoria Sypnievski, a intenção é arrecadar o montante de R$ 100 mil para garantir a compra do ventilador mecânico, que é fundamental para o tratamento de pacientes em estado grave, e o restante seria destinado para a compra de insumos hospitalares como máscaras cirúrgicas, materiais hospitalares, visores, luvas e álcool gel.

"A ideia surgiu de forma despretensiosa de uma conversa com  mais dois amigos meus, nós queríamos reagir de alguma forma diante de toda essa situação da pandemia. Nós ficamos com a parte fácil da história que era ficar apenas isolando em casa, enquanto muitas pessoas realmente não tinham essa opção. Os profissionais de saúde, trabalhadores essenciais, realmente precisam colocar suas vidas em risco para que pudéssemos ficar no conformo de nossas casas.  Foi por esse motivo resolvemos organizar uma vaquinha", explica a estudante de 17 anos.

O projeto acabou ganhando outra proporção mais alunos da Escola Internacional de Curitiba se organizaram para ajudar a divulgar a vaquinha. Hoje já são nove estudantes, entre 14 e 17 anos,  e um coordenador tocando a organização e a divulgação do projeto.

A Unidos contra a Covid já arrecadou R$ 33.560,00. A primeira entrega de todo o material arrecado foi feita  quarta-feira (13).

Confira na tabela:

A vaquinha começou no dia 16 abril e segue até dia 01 de junho. Quem quiser ajudar com o projeto basta acessar aqui.

CORONAVÍRUS EM CURITIBA

Curitiba totaliza 38 mortes totais da Covid-19 desde março, conforme os dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, na tarde desta segunda-feira (25).

Ao todo são 961 ocorrências confirmadas da doença, com 25 novos registros nas últimas 24 horas.

Atualmente 83 pessoas estão internadas nos hospitais de Curitiba, sendo 39 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e dez com a necessidade de ventilação mecânica.

Ainda estão sob investigação 307 pacientes e três óbitos, todos aguardando o resultado de exames para a presença do coronavírus.