Após emissão de documento, criança argentina pode entrar em Foz do Iguaçu para tratamento médico

Redação

ponte da amizade, reabre, reabertura, brasil, paraguai, foz do iguaçu, ciudad del este, protocolo sanitário, pandemia, coronavírus, covid-19

Após o Ministério das Relações Exteriores do Brasil emitir o documento que faltava, a família de uma criança com paralisia cerebral poderá entrar em Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná, para dar continuidade ao tratamento de saúde.

O caso ganhou repercussão nessa semana depois de uma publicação da família nas redes sociais pedindo ajuda. A mãe, Camila Vanesa Mattos, explicou que o filho fazia reabilitação neuromotora em uma clínica de Foz do Iguaçu porque em Porto Iguaçu, na Argentina, não existe o tratamento.

Ela contou que o tratamento estava interrompido desde março de 2020, quando a fronteira foi fechada por causa da pandemia da Covid-19. Desde então, a família lutava para conseguir uma permissão especial do governo brasileiro autorizando a entrada deles.

Ontem o Ministério emitiu o documento necessário e a partir de segunda-feira (26) o tratamento da criança com paralisia cerebral poderá ser retomado. A notícia foi comemorada pela família, que afirmou ao portal G1 que está em orações para que segunda-feira eles possam estar em Foz do Iguaçu.

Para que a permissão fosse concedida, a embaixada Argentina em Brasília enviou um requerimento ao governo brasileiro. A fronteira entre Brasil e Argentina permanece fechada, mas a possibilidade de exceções por questões humanitárias existe.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="777317" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]