Governo lança medidas de apoio e fortalecimento do setor cultural

Redação

Paraná, pacote, medidas, cultura, artistas

O governo Paraná lançou nesta quarta-feira (6) um Pacote de Medidas de Apoio e Fortalecimento do Setor Cultural, com o objetivo de valorizar a produção cultural no estado e auxiliar a classe artística a enfrentar este momento de crise em função da Covid-19.

A SECS (Secretaria de Estado da Comunicação Social e Cultura), por meio da Superintendência-Geral da Cultural, deu início a uma série de ações voltadas a artistas, gestores e produtores, para dar visibilidade a todo o potencial da produção cultural paranaense.

Uma das medidas é o edital Cultura feita em casa, que vai beneficiar 510 projetos de realizadores paranaenses nas áreas de artes cênicas; música; literatura, livro e leitura; audiovisual; artes visuais; e expressões culturais, populares, indígenas e de comunidades tradicionais.

Os selecionados farão produções inéditas em vídeo ou áudio (podcast) de 20 a 30 minutos, que serão levadas ao público de todo o Estado e, também, poderão ser vistas por pessoas de diferentes regiões do Brasil e até mesmo no Exterior.

Isso porque essas produções serão veiculadas via streaming por meio da Plataforma Digital, ambiente para fomento e divulgação de conteúdo cultural paranaense que está sendo especialmente desenvolvido pelo Governo do Paraná.

A Plataforma Digital também terá uma seção com filmes paranaenses para assistir de forma gratuita. Serão curtas e longas-metragens recentes, produzidos nos últimos dez anos no estado, que passarão por uma seleção qualitativa por meio do edital de Licenciamento de curtas e longas-metragens/telefilmes. Uma oportunidade para que os paranaenses possam assistir e descobrir as produções paranaenses, muitas delas já premiadas.

Entre as medidas também há ferramentas de capacitações de profissionais da área cultural. Em parceria com a UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa), o Programa de Capacitação e Formação em Cultura inicia com a oferta de 4 mil vagas na modalidade EaD (ensino a distância).

Serão ofertados os seguintes cursos: Fundamentos da Cultura; Introdução às políticas públicas culturais no Brasil; História da Arte: Vanguardas Europeias/século XX; e Semiologia e Cultura: a fotografia e o cinema. As inscrições estão abertas e seguem até o dia 11 de maio de 2020 pelo SIC.Cultura.

Leia também: “Empregos serão necessários se tiver vida”, diz Greca ao avaliar postura de Bolsonaro

Previous ArticleNext Article